A doação de sangue é um ato de altruísmo que ajuda a salvar muitas vidas. Sua importância e os baixos estoques nos bancos são notícias constantes. Mas você sabia que cachorros e gatos também podem ser doadores? Apesar de ser pouco divulgada, a transfusão sanguínea veterinária pode ajudar muitos animais.

Bichinhos que sofrem atropelamentos, são picados por animais peçonhentos ou têm doenças transmitidas por carrapatos, por exemplo, podem precisar de transfusão. Mas não é qualquer pet que pode doar. Confira os critérios e veja se o seu animalzinho pode ajudar a salvar outras vidas!


Cachorros

Para que um cachorro doe sangue, é necessário que ele tenha entre um e oito anos de idade e pese pelo menos 27kg. Além disso, deve estar com vacinação e vermifugação atualizados, controle de pulgas e carrapatos e deve ter um temperamento dócil. Também é fundamental que o cão não tenha passado por transfusão prévia e não tenha apresentado nenhuma doença!

Gatos

Já para os bichanos, a idade deve estar dentro de 1 e 7 anos e o peso mínimo é de 7kg. As outras regras seguem as mesmas: vacinas e vermífugos em dia, controle de pulgas e carrapatos, temperamento dócil e nenhum histórico de transfusão de sangue ou doença.

Se o seu pet está dentro dessas características, procure um banco de sangue veterinário próximo de você para fazer a doação! O seu animalzinho também será beneficiado, pois o sangue dele passará por diversos testes, que podem detectar possíveis problemas de saúde.

E você? Tem interesse em se especializar na saúde dos animais? A Metodista possui graduação em Medicina Veterinária com qualidade reconhecida pelo mercado e um Hospital Veterinário completo. Confira!

Leia também

Cadastre-se para receber nossos informes e newsletters!