Você está aqui: metodista Maiscidadania Reportagens relacao-entre-gravidez-na-adolescencia-e-violencia

por Gilberto Dimenstein


Os ataques de violência ocorridos em São Paulo na semana passada fazem com que a sociedade repense a forma como está se organizando. A população tende a crescer de maneira desorganizada em todos os âmbitos, em especial no número de crianças filhos de adolescentes.

No Brasil ainda é grande o índice de adolescentes grávidas, a falta de educação sexual e planejamento familiar entre os jovens faz com que nasça crianças que muitas vezes não vão receber condições mínimas de desenvolvimento social e intelectual. Pois, por estarem despreparados psicologicamente e financeiramente, os pais adolescentes, na grande maioria dos casos não têm condições de oferecer acesso a saúde, lazer e educação aos filhos. Assim a gravidez indesejada tem potencial de fazer com que no futuro o ser se torne um delinqüente.

Estudos realizados nos Estados Unidos mostram que nos bairros em que as adolescentes mais pobres restringiram a taxa de natalidade a criminalidade diminuiu – fator associado também a outras medidas sociais e de segurança pública. No Brasil já há a distribuição de camisinhas nas escolas, porém é necessária ampliar o acesso aos métodos contraceptivos, tanto nas instituições de educação quanto nos postos de saúde.