delete

Evangélicos apostam em ‘distritão’ para ampliar bancada na Câmara

Crescei e multiplicai-vos, como diz a passagem bíblica, serve também para ilustrar as ambições da bancada evangélica na Câmara em 2018. E o “distritão” pode catalisar os planos de expansão do bloco. Nos bastidores, igrejas e parlamentares ligados a elas já vislumbram esse possível efeito colateral do novo modelo para eleger deputados embutido na reforma política que o Congresso começou a discutir em 16 de agosto. O bloco evangélico, que em 1994 tinha 21 membros, quadruplicou para cerca de 85 (16,5%) dos 513 deputados atuais. Com ou sem “distritão”, um aumento já era esperado para o ano que vem,...
delete

No Rio, por aumento do IPTU, Prefeito Crivella retalia afilhado do Pastor Silas Malafaia

O prefeito Marcelo Crivella partiu para o ataque e demitiu a presidente da Companhia Municipal de Energia e Iluminação (Rioluz), Denise Cavalcanti, em 17 de agosto. A atitude do Prefeito Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus vai provocar um racha entre os evangélicos. Isso porque Denise foi indicada para o cargo pelo vereador, e até então aliado, Alexandre Isquierdo (DEM), que é parlamentar e afilhado político do Pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo Silas Malafaia. A demissão foi causada pela resistência de Isquierdo em apoiar o aumento do IPTU. O projeto é encarado por Crivella como crucial para recompor as contas...
delete

“Quem seguir politicamente correto vai dançar”, diz o Pastor Silas Malafaia a Alckmin e Doria

Se apostarem no “politicamente correto”, podem ir se preparando para “seguir seu caminho” em 2018, pois os valores evangélicos são “inegociáveis”. Eis a mensagem que o pastor Silas Malafaia passou ao prefeito João Doria e ao governador Geraldo Alckmin, engalfinhados numa guerra de bastidores pelo título de presidenciável tucano na próxima eleição. Recado dado —e recebido com gargalhadas e mãos ao alto, em gesto de oração, pela dupla no último 17 de agosto, na abertura da ExpoCristã, feira do mercado evangélico. A birra maior é com a “ideologia de gênero”, disse Malafaia no palco onde Doria e Alckmin sentaram lado a lado, à...
delete

Bolsonaro processa padre Júlio Lancelotti e pede R$ 50 mil por danos morais

O padre Júlio Lancelotti, coordenador da Pastoral de Rua de São Paulo, foi processado pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). A ação pede uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. Em março deste ano, o religioso referiu-se ao parlamentar como“racista, machista e homofóbico” durante homilia que marcava o primeiro domingo da Quaresma na Capela São Judas, na capital paulista. À época, a declaração foi registrada e compartilhada nas redes sociais. A ação foi movida em abril pelo deputado na 7ª Vara Cível, Regional da Barra da Tijuca, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O padre disse...
delete

Charllotesville/EUA: Os fundamentalistas cristãos que empunham a Bíblia

A propósito da marcha pela supremacia branca, contra negros, judeus e LGBTIs, realizada em 12 de agosto passado, em Charllotesville, Virginia/EUA, com atos de violência que tiraram a vida de três pessoas, Mídia, Religião e Política recupera o texto do IHU On Line, de 2013, que traça o perfil religiosos conservador predominante na região do sul dos EUA. Por Martina Castigliani,  jornal Il Fatto Quotidiano, 05-08-2013. Tradução: Moisés Sbardelotto Há um profundo Sul dos Estados Unidos onde se vota nos republicanos e a regra é a conservação. A área é conhecida como Bible Belt, literalmente “Cinturão da Bíblia”, e inclui cerca de 12 Estados,...
delete

Debate: Religião em tempos de terrorismo – A violência está nos genes da religião?

Para alguns, a religião é quem nos salva nos momentos trágicos. Para outros, é um poder perigoso. A religião pode resolver conflitos? Um debate entre a pastora protestante alemã Antje Vollmer, ex-vice-presidente do Bundestag alemão, o cientista político alemão-egípcio Hamed Abdel-Samad e o jesuíta alemão Klaus Mertes, diretor do colégio St. Blasien e ex-reitor do colégio Canisius. Britta Baas, revista Publik-Forum, n. 14, 21-07-2017. Tradução: Moisés Sbardelotto. Sra. Vollmer, Sr. Abdel-Samad, Sr. Mertes, quase todas as semanas, vemos imagens de bairros incendiados, de pessoas chorando, de hospitais transbordando, de mortes em tantas partes do mundo. Muitas vezes, diz-se que o Estado Islâmico reivindicou certos ataques. Em outros lugares, outros grupos religiosos estão...
delete

Igreja evangélica realiza manifestação contra muçulmanos no Rio

No mesmo sábado (12 de agosto) em que cariocas fizeram fila para comprar esfihas do sírio Mohamed Ali como sinal de repúdio aos ataques xenófobos que ele sofreu, uma manifestação percorreu a orla de Ipanema e deixou muita gente espantada. Representantes da Igreja Geração Jesus Cristo protestaram na orla da praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, contra muçulmanos e a religião islâmica no Brasil. Os manifestantes vestiam preto e carregavam cartazes acusando os praticantes do Islã de “assassinos”, “pedófilos” e “terroristas”. A manifestação foi chamada pelo pastor e fundador da Igreja Geração Jesus Cristo Tupirani da Hora, que já teve problemas com a lei....
delete

Estado laico: Bíblia, religião e escola?

É possível estudar História pela Bíblia? A pergunta foi feita por um aluno ao professor Di Gianne de Oliveira Nunes, da Escola Estadual Monsenhor Alfredo Dohr, em Lagoa da Prata (MG). A primeira resposta de Di Gianne foi que Teologia e História deveriam ser tratadas separadamente. A afirmação, não resta dúvida, encontra respaldo em nossa legislação, afinal, o Estado brasileiro é laico, ainda que o ensino religioso seja permitido como disciplina optativa, vedada qualquer forma de proselitismo. Como o tema da aula era o Império Romano, o estudante insistiu: “Professor, o senhor disse que havia diversas profissões no cotidiano...