delete

Papa Francisco manifesta preocupação com “golpes de estado brandos” na América Latina

Em reunião, em 19 de maio, em sua Biblioteca privada, com os membros da Diretoria do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), o Papa Francisco tratou de problemas sociais e políticos que envolvem países latino-americanos, entre eles o Brasil, e manifestou preocupação com o processo eleitoral nos Estados Unidos. Estiveram, pelo CELAM, o Cardeal Rubén Salazar Gómez, o Arcebispo de Bogotá, Presidente; o Monsenhor Carlos Collazzi, Bispo de Mercedes (Uruguai), Primeiro Vice-Presidente; Dom José Belisário da Silva, Arcebispo de São Luis do Maranhão (Brasil), Segundo Vice-Presidente; o Cardenal José Luis Lacunza Maestrojuan, Bispo de David (Panamá), Presidente do Conselho de Assuntos...
delete

Organizações ecumênicas se manifestam sobre a conjuntura brasileira

  O Fórum Ecumênico ACT-Brasil (FEACT) denuncia para parceiros ecumênicos internacionais a ruptura democrática ocorrida no Brasil. Em sua carta, com versão em inglês e em alemão, o FEACT destaca pontos que considera preocupantes na conjuntura política brasileira atual. O documento afirma que, desde 2013, com as mobilizações de rua, o Brasil passou a viver um processo de desestabilização democrática. “Inicialmente, estas mobilizações foram resultado da ação organizada do movimento estudantil pelo passe livre. No entanto, gradativamente, elas foram se transformando. Novos atores e atrizes foram se integrando e as mobilizações foram tomando rosto e expressões estranhas, entre elas,...
delete

Entrevista com o Ministro interino Pastor Marcos Pereira: “O que penso é segredo de Estado”

“A indústria é um setor que eu tive pouca afinidade, não obstante eu tenha sido contador de indústria no início da minha carreira”, diz o advogado Marcos Pereira, titular do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços. “Fui contador de empresas do ramo industrial, mas não executivo”. Bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, ex­-vice­-diretor da Rede Record e professor universitário, o novo ministro demonstra pouco conhecimento das necessidades dos setores que representará e assume que ainda não tem diretrizes sobre o que fará no ministério. “O que penso é segredo de Estado. Não comentei ainda nem com...
delete

Ministro da Saúde interino quer igrejas no debate sobre aborto

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou, em 16 de maio, que quer envolver as igrejas na discussão sobre aborto no Brasil. O ministro reconheceu que o País enfrenta um problema relacionado ao tema, com grande número de procedimentos realizados de forma inadequada e muitas mortes. “Como é o crack. É uma entre outras mazelas que precisam ser cuidadas pelo poder público”, disse. Deputado federal licenciado e ex-relator do orçamento, Barros já tem definido o valor que vai pedir numa reunião programada para amanhã com o ministro do Planejamento, Romero Jucá: R$ 14 bilhões, recursos que já estavam previstos...
delete

Direita evangélica reprova secretária de Direitos Humanos do governo interino

A escolha da advogada Flávia Piovesan para a Secretaria de Direitos Humanos, agora subordinada ao Ministério da Justiça, revoltou parlamentares da bancada evangélica, como o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP); “O Temer colocou lá uma abortista”, disse ele ontem no plenário, para quem quisesse ouvir; “não vai durar uma semana”. Piovesan, que recebeu críticas de seus alunos na PUC por aceitar o convite, disse ter recebido carta branca do presidente interino Michel Temer; sua posição é de que o aborto deve ser tratado como tema de saúde pública:”É consenso que o aborto deve ser visto como caso de...
delete

Ministro interino José Serra concede passaporte diplomático a pastor da Assembleia de Deus, aliado de Temer e Cunha, investigado na Operação Lavajato. “Devolve já!” Ação popular pede suspensão...

  Um dos primeiros atos de José Serra no comando do Ministério das Relações Exteriores foi conceder passaporte diplomático a Samuel Cássio Ferreira, pastor da Assembleia de Deus, ligado ao presidente afastado da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O pastor sob investigação na Lava Jato é suspeito de lavar dinheiro da propina para Eduardo Cunha (PMDB) por meio de sua igreja, em Campinas. Com isso, é a primeira vez, desde o começo da operação, que um investigado sem prerrogativa de foro recebe o benefício dado a autoridades. Na semana anterior, o Supremo Tribunal Federal determinou a remessa das investigações envolvendo Samuel Cássio para o juiz Sérgio...
delete

Deputados religiosos contestam ato da Presidente Dilma Rousseff e querem impedir uso de nome social por transexual no serviço público...

  Deputados de nove partidos deram entrada a uma proposta que revoga o decreto presidencial que permite o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais em toda a administração pública federal. A autorização, assinada pela presidente afastada Dilma Rousseff em 28 de abril, é contestada por parlamentares evangélicos e católicos. Encabeçado pelo deputado João Campos (PRB-GO), coordenador da bancada evangélica, o projeto de decreto legislativo (PDC 395/2016),apresentado em 18 de maio, aguarda despacho do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), para começar a tramitar. “A edição de decreto por parte da...
delete

Eduardo Cunha depõe no Conselho de Ética. Veja quais serão os próximos passos no processo que envolve o deputado evangélico...

  Visivelmente contrariado com os questionamentos dos colegas, o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reafirmou, em depoimento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, em 19 de maio, que não irá renunciar ao seu mandato na Casa – e garantiu que, ao contrário do que afirma o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nunca intimidou deputados para ser favorecido. A declaração foi feita após o deputado Nelson Marchezan (PSDB-RS) apontar uma série de acusações contra Cunha, que, no conselho, tem seu mandato ameaçado especificamente por ter alegado na extinta CPI da Petrobras que não possuía contas no...