delete

Assembleia de igrejas brasileiras discutirá Estado e Sociedade

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), que reúne igrejas evangélicas, ortodoxas e a Católica Romana, realiza, entre 21 e 24 de agosto, sua XVII Assembleia Geral Ordinária (saiba mais clicando aqui). A ação contará com a participação de diretores, representantes das igrejas-membro do Conselho, além de membros fraternos, regionais e parceiros do CONIC pelo Brasil. Está programada para ocorrer, dentro da programação da Assembleia, o Seminário Relações Estado e Sociedade, nos dias 23 e 24, com o tema “A relação entre Estado e Organizações Religiosas: Filantropia e Imunidade”. O Seminário é uma parceria entre o CONIC...
delete

Procuradoria-Geral Eleitoral vê abuso de poder religioso como “frequente” e difícil de evitar

A Procuradoria-Geral Eleitoral está preocupada com o crescimento de denúncias de casos de abuso de poder religioso. O vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, afirmou ao UOL que vê os casos com “extrema preocupação”. “Em linhas regrais é um fenômeno que tem se revelado muito frequente”, diz, citando que, somente neste ano, foram seis pareceres dados pelo órgão de recursos que chegaram ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Existem dois tipos percebidos de fraudes eleitorais chegando ao TSE. Uma delas é a utilização dos recursos das igrejas –até com indução à contribuição e doação a candidaturas pelos fiéis. A outra forma é o...
delete

CNBB chama a atenção para o debate e a defesa dos direitos dos povos indígenas e quilombolas

Os bispos que compõem o Conselho Episcopal Pastoral (Consep), reunidos em Brasília, nesta terça-feira, 8 de agosto, manifestaram preocupação com questões que se apresentam para a sociedade a respeito das decisões sobre os direitos de povos tradicionais como os Indígenas e os Quilombolas. A reportagem é publicada por Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros – CNBB, 10-08-2017. Organizações que se ocupam na defesa desses povos, como o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), consideram que se aproxima momento significativo na luta pelo respeito aos seus direitos básicos: no dia 16 de agosto será realizada no Supremo tribunal Federal (STF), a apreciação e voto de três ações que abordam questões que tocam a...
delete

PSC libera Bolsonaro para trocar de partido

O Partido Social Cristão liberou Jair Bolsonaro para trocar de partido. Com isso, o deputado já pode se filiar ao Patriotas (antigo Partido Ecológico Nacional/PEN), que irá disputar a presidência em 2018. Caso o PSC não desse a permissão, Bolsonaro teria de esperar até 2018, quando acontece a janela de troca partidária. “A Comissão Executiva Nacional do Partido Social Cristão, por seu presidente, através da presente comunicação, informa ao filiado Jair Messias Bolsonaro, tendo em vista seu requerimento, que autoriza sua desfiliação partidária, a ser realizada na forma do artigo 21, da Lei nº 9.096/95, informando, ainda, que a...
delete

Jornal “O Dia” retirou Igreja Universal de matérias sobre Marcelo Crivella publicadas durante as eleições

A relação entre o jornal “O Dia” e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, marcada em março deste ano pela demissão de um jornalista após a publicação de uma matéria crítica à atual gestão, teve outro episódio nebuloso. Um levantamento feito por The Intercept Brasil mostra que ao menos quatro matérias colocadas no ar desde o fim de 2015 foram atualizadas numa mesma data: 14 de setembro de 2016. Em todos os casos, o objetivo foi mesmo: retirar qualquer referência de relação entre Crivella e a Igreja Universal do Reino de Deus, da qual ele é bispo licenciado. As alterações das reportagens...
delete

Teóloga Ivone Gebara: “O povo não está apático. Está na luta contínua pela sua sobrevivência”

Freira, filósofa e feminista, Ivone Gebara rejeita a tese de que o povo brasileiro está apático e insensível diante dos retrocessos dos direitos sociais que estão ocorrendo no Brasil. Em entrevista ao Brasil de Fato, ela afirma que vê o período como um “respiro” para se repensar a democracia no país: “O povo está em uma luta contínua pela sua sobrevivência. E os momentos de manifestação de rua são especiais, mas quando eles não acontecem, isso não significa que o povo não está consciente do que ele precisa.” Ela refuta também a ideia de que não existe formação política de...
delete

Eleições presidenciais no Quênia. Entrevista com o jesuíta integrante da equipe de observadores eleitorais

Chegou ao Quênia, no dia 03 de agosto, o Padre Leonard Chiti, diretor do Centro Jesuíta para a Reflexão Teológica e novo provincial da Província Zâmbia-Malauí, para integrar a equipe de observadores eleitorais das próximas eleições gerais desta terça-feira, 08 de agosto de 2017. O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, está concorrendo à reeleição com outros sete adversários, sendo o ex-primeiro ministro Raila Odinga o mais destacado deles. Milhares de outros candidatos disputam cargos como os de senadores, governadores, membros do Parlamento, membros das assembleias de condado e representantes das mulheres. A entrevista a seguir, reproduzida pelo Setor do Apostolado Social Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina –...
delete

Atuação evangélica na política é mais corporativa e menos cristã, entende professora de Ciências da Religião

Proibidos de exercer cargos eletivos pela Constituição de 1.824, o que começou a ser distendido com a chegada da República e cujo início formal na política se dá com a Constituinte de 1.934, os evangélicos somam hoje parcela numérica representativa no Congresso. São 85 deputados e dois senadores até este agosto de 2017, segundo contagem do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). Mas a atuação desses religiosos recebe reparos. “A pergunta é: em que medida a religião pode fazer a diferença na política? É um grande desafio, pois as bancadas evangélicas atuam voltadas para uma sociedade erguida sobre hierarquias...