delete

Evangélicos apostam em ‘distritão’ para ampliar bancada na Câmara

Crescei e multiplicai-vos, como diz a passagem bíblica, serve também para ilustrar as ambições da bancada evangélica na Câmara em 2018. E o “distritão” pode catalisar os planos de expansão do bloco. Nos bastidores, igrejas e parlamentares ligados a elas já vislumbram esse possível efeito colateral do novo modelo para eleger deputados embutido na reforma política que o Congresso começou a discutir em 16 de agosto. O bloco evangélico, que em 1994 tinha 21 membros, quadruplicou para cerca de 85 (16,5%) dos 513 deputados atuais. Com ou sem “distritão”, um aumento já era esperado para o ano que vem,...
delete

Deputado pede para sair da bancada evangélica: “Maior decepção”

O deputado federal Cabo Daciolo (Avante/RJ) vem publicando uma série de vídeos para mostrar sua indignação com a situação do país e, sobretudo, para fazer profecias sobre a queda de Temer e seus aliados. Ele havia feito um movimento semelhante nas redes na época da discussão sobre o impeachment de Dilma e antes da cassação de Eduardo Cunha. Em outras ocasiões, desafiou os deputados que compõem a Frente Parlamentar Evangélica, mais comumente chamada de “bancada evangélica”. Na manifestação que fez nesta terça-feira (08), Daciolo decidiu anunciar que pediu ao atual presidente, o deputado Takayama (PSC/PR) que retirasse o seu...
delete

Votação da denúncia contra Michel Temer: Bancada Evangélica se divide

O plenário da Câmara rejeitou, neste 2 de agosto, o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para autorizar a análise de denúncia criminal contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Antes mesmo do encerramento da votação, os parlamentares da base aliada já comemoravam o resultado assim que foram alcançados 159 votos contrários ao prosseguimento das investigações. Considerando-se o número de parlamentares que registraram presença, as ausências, os votos da oposição, da base aliada e dos dissidentes do governo, não haveria mais condições de se alcançar os 342 votos necessários para a continuidade da análise...
delete

Seriam os evangélicos novos ativistas digitais?

“Do púlpito às mídias sociais. Evangélicos na política e ativismo digital” De Magali do Nascimento Cunha, Editora Prismas Lançamentos presenciais em São Paulo: 21 de agosto, na Universidade Metodista de São Paulo; 27 de setembro, Centro de Pesquisa e Formação/SESC Fanpage do livro: https://www.facebook.com/DoPulpitoasMidiasSociais/ __ A presença dos evangélicos na sociedade e na política aumentou significativamente no país, nas últimas décadas. Nas mídias sociais, sua visibilidade como ativistas políticos surge especialmente a partir de 2010. Contudo, ao contrário do que se imagina, eles não são um grupo uniforme, e sim um segmento formado por uma variedade de grupos, de distintas...
delete

A bancada evangélica representa de fato seus fiéis?

No dia 21 de junho foi realizado o debate “Evangélicos, Igrejas Evangélicas e Política”, que fez parte do ciclo de conversas Novos Fenômenos da Realidade Política, promovido pela Fundação Perseu Abramo (FPA), Friedrich Ebert Stiftung (FES) e Instituto Pólis. A reportagem é de Marcelo Santos, publicada por Rede Brasil Atual, 23-07-2017. Foram apresentados no evento alguns resultados da pesquisa sobre políticas elaborada durante a Marcha para Jesus, realizada em 15 de junho, em São Paulo. “A nossa hipótese de partida é de que existia um descolamento do campo evangélico religioso do campo evangélico político” explicou a pesquisadora Esther Solano, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Segundo ela, apesar de...