delete

Análise: O que representa a indicação de um deputado fundamentalista para relatoria do Estatuto do Nascituro

Por Erika Kokay Por pressão da bancada fundamentalista [evangélica], a deputada federal Shéridan Oliveira (PSDB-RR), presidenta da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher (CMULHER) da Câmara Federal, distribuiu na última quinta-feira (5/10) a relatoria do polêmico Estatuto do Nascituro(PL 478/2007) para o deputado Diego Garcia (PHS-PR) [Bancada Católica]. A indicação do parlamentar é uma afronta ao colegiado. É um absurdo que uma matéria que dispõe sobre a vida das mulheres seja distribuída para um parlamentar que já demonstrou seu fundamentalismo, LGBTfobia e misoginia na relatoria do Estatuto da Família. Ora, não estamos falando de qualquer Comissão, mas da Comissão de Defesa dos Direitos da...
delete

As ironias e contradições do deputado evangélico que quer mudar a Constituição para voltar a criminalizar o aborto

Por Helena Borges Uma das propostas em tramitação na Câmara dos Deputados escancara a maliciosa estratégia por trás do avanço de pautas de caráter conservador: um Projeto de Emenda Constitucional que deveria falar apenas sobre licença-maternidade está sendo deturpado para criminalizar o aborto. Em novembro do ano passado, o STF descriminalizou abortosfeitos até o terceiro mês. O autor da trapaça é Jorge Mudalen (DEM-SP), membro da bancada evangélica, campeão no ranking de viagens internacionais bancadas pela Câmara, um dos defensores da Reforma Trabalhista e da redução da maioridade penal. Neste vídeo, publicado em sua conta de Instagram, ele deixa claro que seu objetivo foi,...
delete

PEC 181/2015: “O relatório contra o aborto é uma fraude”, critica deputada

A inclusão da “inviolabilidade do direito à vida desde a concepção” no relatório do texto da PEC 181/2015, que originalmente discutia a ampliação da licença-maternidade para mães de bebês prematuros, é classificada como “fraude” regimental pela deputada Jô Moraes (PCdoB-BA). Uma das únicas dos parlamentares não ligados à bancada religiosa e uma das três mulheres da Comissão Especial que analisa a PEC, a deputada Jô Morais (PCdoB-BA) afirma que a proposta atual não guarda nenhuma semelhança com o texto original, além de violar cláusulas pétreas da Constituição. O imbróglio começou quando a chamada bancada evangélica pressionou o presidente da...
delete

Psicóloga que assinou laudo contra Patrícia Lélis sem consultá-la é a mesma da “cura gay”

Marisa Lobo, psicóloga evangélica, voltou a ser notícia essa semana a partir da repercussão da ação popular contra uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que culminou na decisão liminar que abre caminho para que homossexuais sejam tratados como doentes. Ela é uma histórica defensora da “cura gay”, tipo de pensamento de que homossexuais possam ser tratados que permeia a liminar, e chegou a ter o seu registro profissional cassado Conselho Regional de Psicologia do Paraná por misturar suas crenças religiosas com a ciência. Meses depois, a decisão foi revertida por instâncias superiores. Com a cassação de seu registro profissional,...
delete

Muçulmanos na Tunísia: proposta para ampliar direitos das mulheres incomoda muçulmanos

Uma iniciativa do presidente da Tunísia tornou as regras de herança e casamento mais justas para as mulheres do país, uma medida vista por uns como uma violação da lei islâmica e, por outros, como revolucionária. De qualquer forma, ela está reverberando no mundo muçulmano e ameaça dividir seu país. O presidente Beji Cai Essebsi, de 90 anos, argumenta que a Tunísia precisa lutar contra a discriminação e se modernizar. Ele está apostando que poderá liderar tais mudanças porque seu partido, secular, governa com uma coalizão com outro islamita. Além disso, a Tunísia tem uma história de relativo progresso...