delete

Após pressão da bancada evangélica, Governo do DF altera norma de apoio a LGBTIs

Uma portaria, publicada no último dia 6 de outubro pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal, instituiu uma nova Política Cultural de Ações Afirmativas. No texto, o governo revoga a Portaria n° 277, que tratava exclusivamente de ações afirmativas voltadas para gays, lésbicas, bissexuais e transexuais. A revogação atende a um pedido da Frente Parlamentar Evangélica, que protocolou um documento em 1º de outubro, pedindo que o governo anulasse a política cultural específica para LGBTIs. Assinado pelo presidente da bancada, Rodrigo Delmasso (Podemos-DF), a nota alega que a política “fere diretamente o direito das famílias brasilienses”, bem como à...
delete

Análise: O que representa a indicação de um deputado fundamentalista para relatoria do Estatuto do Nascituro

Por Erika Kokay Por pressão da bancada fundamentalista [evangélica], a deputada federal Shéridan Oliveira (PSDB-RR), presidenta da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher (CMULHER) da Câmara Federal, distribuiu na última quinta-feira (5/10) a relatoria do polêmico Estatuto do Nascituro(PL 478/2007) para o deputado Diego Garcia (PHS-PR) [Bancada Católica]. A indicação do parlamentar é uma afronta ao colegiado. É um absurdo que uma matéria que dispõe sobre a vida das mulheres seja distribuída para um parlamentar que já demonstrou seu fundamentalismo, LGBTfobia e misoginia na relatoria do Estatuto da Família. Ora, não estamos falando de qualquer Comissão, mas da Comissão de Defesa dos Direitos da...
delete

“Cura Gay”: Pronunciamento do Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos

O CPPC – Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos, diante de polêmicas em torno da decisão judicial liminar expedida pelo juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, nos autos da Ação Popular n. 1011189-79.2017.4.01.3400, sobre os efeitos da Resolução 09/1999, do CFP – Conselho Federal de Psicologia, declara: 1 Internamente, no âmbito do CPPC, praticamos a escuta plural e o debate respeitoso entre profissionais filiados a diferentes confissões cristãs, linhas teóricas e tendências políticas. Mesmo a psicólogos fora do nosso quadro de associados e até avessos aos nossos modos, muitas vezes considerados moderados, sempre aconselhamos sensatez e respeito às instâncias...
delete

Juiz do DF ignora recurso do Conselho Federal de Psicologia e mantém decisão sobre ‘cura gay’

O recurso interposto pelo o Conselho Federal de Psicologia (CFP) foi ignorado pelo juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara do Distrito Federal, em 2 de outubro. O magistrado decidiu manter a sua decisão que abre brecha para que profissionais da área promovam a “terapia de reorientação sexual”, popularmente conhecida como “cura gay”. Para Carvalho, sua decisão possui fundamentos e deve passar pelos ritos do processo: “Mantenho a decisão agravada por seus próprios fundamentos (…). Em seguida, oficie-se à relatora do agravo de instrumento, dando-lhe ciência da presente deliberação”. Em entrevista ao HuffPost Brasil, o CFP afirmou que já era...
delete

As ironias e contradições do deputado evangélico que quer mudar a Constituição para voltar a criminalizar o aborto

Por Helena Borges Uma das propostas em tramitação na Câmara dos Deputados escancara a maliciosa estratégia por trás do avanço de pautas de caráter conservador: um Projeto de Emenda Constitucional que deveria falar apenas sobre licença-maternidade está sendo deturpado para criminalizar o aborto. Em novembro do ano passado, o STF descriminalizou abortosfeitos até o terceiro mês. O autor da trapaça é Jorge Mudalen (DEM-SP), membro da bancada evangélica, campeão no ranking de viagens internacionais bancadas pela Câmara, um dos defensores da Reforma Trabalhista e da redução da maioridade penal. Neste vídeo, publicado em sua conta de Instagram, ele deixa claro que seu objetivo foi,...