delete

Prisão de Cunha e Garotinho mostra a evangélicos que Deus não é ‘full time’

Por Josias de Souza No Rio de Janeiro, os três políticos mais identificados com o eleitorado evangélico são Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da igreja Universal; Anthony Garotinho (PR), fiel da igreja Presbiteriana; e Eduardo Cunha (PMDB), adepto da igreja Sara Nossa Terra. Crivella acaba de se eleger prefeito do Rio. Garotinho e Cunha estão presos. Essa conjuntura demonstra que Deus existe. Mas não é ‘full time’. Denominações religiosas que se opõem à Universal, igreja de Edir Macedo, tio de Crivella, se articulam para produzir novos candidatos. Avalia-se que Garotinho está condenado à decadência política mesmo que se livre...
delete

Gol pagou preço inflado para anunciar em sites evangélicos de Eduardo Cunha; PF vê fraude

Alvos de investigação da Operação Lava Jato, anúncios comprados pela Gol Linhas Aéreas em dois sites do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) custaram ao menos cem vezes mais do que os valores normalmente praticados no mercado publicitário, segundo levantamento feito pela Folha com empresas e profissionais do setor. A Polícia Federal, que prendeu o peemedebista na semana passada, acredita que a operação tenha sido usada para disfarçar o repasse de propinas. O ex-deputado teria recebido para defender no Congresso medidas que beneficiassem empresas da família Constantino, que controla a Gol. A empresa diz que está realizando auditoria para apurar se...
delete

Eduardo Cunha é preso em ação da Polícia Federal

O deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso em 19 de outubro em Brasília, no âmbito da Operação Lava Jato. O pedido de prisão preventiva do ex-presidente da Câmara dos Deputados foi emitido pelo juiz Sérgio Moro, que conduz as investigações, na primeira instância. A Polícia Federal (PF) confirmou a prisão preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. Segundo o canal GloboNews, ele foi preso em Brasília e deve chegar a Curitiba no fim da tarde desta quarta-feira. Diferentemente do que ocorreu em 4 de março, quando policiais federais invadiram a residência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São...
delete

Inquérito contra Eduardo Cunha será julgado pela Justiça Federal do DF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello determinou o envio dos autos do inquérito contra o ex-deputado [evangélico] Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a Justiça Federal no Distrito Federal. A decisão acolhe pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), baseada no fato de que o político teve seu mandato parlamentar cassado no dia 12 de setembro, perdendo, a partir de então, o foro privilegiado por prerrogativa de função. Celso de Mello fundamentou sua decisão afirmando que a jurisprudência do STF estipula que a Corte não tem competência para julgar quem perde mandato. “Cumpre relembrar, finalmente, que essa diretriz...
delete

Cunha chama aliados que o traíram de “covardes” e “hipócritas”: “Ninguém quer parlamentar frouxo”

O deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) começou a reagir ao isolamento político e passou a atacar os antigos aliados que o apoiavam e, quando ele mais precisou, o abandonaram na reta final da votação que decidiu pela perda do seu mandato, em 12 de setembro. Em entrevista pelo telefone, em 21 de setembro, à Rádio Correio, de João Pessoa, com abrangência a mais de 20 municípios, Cunha chamou os deputados paraibanos Manoel Junior (PMDB), Efraim Filho (DEM) e Aguinaldo Ribeiro (PP) de “covardes” e “hipócritas” por terem decidido de última hora votar por sua cassação. Os três atuaram ao...