delete

Religiosos lutam para libertar orixás da polícia

Fé é crime? A resposta óbvia para essa pergunta seria não. Mas, no Brasil, já foi. No início do século XX, a prática das religiões de matriz africana era considerada crime pelo código penal e diversos objetos ritualísticos foram apreendidos em batidas policiais. O texto do artigo que tornava “o espiritismo, a magia e seus sortilégios” crimes foi alterado em 1940, mas teve efeito prático até 1960. No entanto, no Rio de Janeiro, a Polícia Civil continua mantendo até hoje em seu acervo cerca de 200 peças sagradas para umbandistas e candomblecistas. Mais de 100 anos depois, líderes religiosos e ativistas...
delete

Alunos são proibidos de apresentar trabalho sobre entidade do Candomblé em escola no Pará

  Um vídeo feito, em 23 de novembro, por alunos de uma escola particular em Ananindeua, região metropolitana de Belém, viralizou nas redes sociais. No registro, um grupo de alunos diz à diretora do colégio que vai apresentar um trabalho na Feira da Cultura sobre a  Pombagira – entidade de matriz afro religiosa que é a mensageira entre o mundo dos orixás e a terra -, mas é proibido pela gestora do local. O registro feito por celular mostra a discussão dos alunos com a diretora do Centro de Educação Trindade, localizado no bairro Águas Brancas. “Pombagira? Credo! Sangue...
delete

Umbanda é declarada patrimônio imaterial do Rio de Janeiro

  A tradição carioca de vestir branco no Ano-Novo, pular sete ondas e depositar flores no mar – as tradicionais palmas brancas vendidas nas esquinas de Copacabana na noite de 31 de dezembro – têm origem nas religiões de matriz africana. A umbanda, uma das percursoras desses rituais na mais famosa praia do Rio de Janeiro, foi declarada, em 8 de novembro, patrimônio imaterial, por sua contribuição à cidade. Após estudos do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), o prefeito Eduardo Paes incluiu a religião na lista de patrimônios imateriais, por meio de decreto, ao lado de 54 bens,...
delete

Vitória de Trump indica vinda do Messias, defendem rabinos e políticos em Israel

Em Israel é muito difícil não misturar política e religião. Durante a campanha, Donald Trump fez várias promessas relativas ao estado judeu, sendo a mais importe que reconheceria Jerusalém como capital e mudaria a embaixada dos EUA para lá. Deixou claro ainda que seria “o melhor amigo que Israel já teve”. Eleito presidente, há muita expectativa se Trump irá cumprir todas as suas promessas. O ministro do Interior de Israel, Arye Deri também é presidente do Shas, partido religioso ultraortodoxo israelense. Sua declaração em 10 de novembro, surpreendeu, ao afirmar que o resultado da eleição americana poderia ser um início...
delete

Combate à intolerância religiosa é tema da redação do Enem 2016

  O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 é “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. A informação foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), pouco depois do fechamento dos portões dos locais de prova, por meio do Twitter. O professor Filipe Couto, que ensina Língua Portuguesa no colégio pH, classificou o tema como “maravilhoso”, mantendo a linha das edições anteriores.  “Segue a direção de tentar colocar para o jovem um caminho para o viver mais harmônico, apresentando problemas cadentes da sociedade e esperando que ele...