Você está aqui: Página Inicial / Jornalista Marcos de Souza discute sobre mobilidade urbana sustentável

Jornalista Marcos de Souza discute sobre mobilidade urbana sustentável

por sophia.villanueva última modificação 17/11/2020 17h57
Diretor do site Mobilize Brasil fala da necessidade de cumprir o Código de Trânsito Nacional e fomentar políticas públicas para o tema

Publicado em 17/11/2020 17h54

Última atualização em 17/11/2020 17h57

Jornalista Marcos de Souza discute sobre mobilidade urbana sustentável
O portal Mobilize Brasil foi criado pela Associação Abaporu, uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos. Foto: Divulgação/Envolverde

BEATRIZ MIRELLE
Da Redação*

O jornalista Marcos de Souza, diretor do portal Mobilize Brasil, primeiro portal nacional que trata exclusivamente sobre mobilidade urbana, participou, na última quinta-feira (12), da live "O futuro da mobilidade das cidades brasileiras", do programa Diálogos Envolverde. A discussão abordou campanhas e políticas públicas sobre esse tema, a falta de prática da legislação e de segurança para ciclistas e pedestres. A mediação foi realizada pela repórter Paolla Yoshie e pelo diretor de projetos especiais Reinaldo Canto, ambos da Agência Envolverde. A transmissão também contou com a participação de Ricky Ribeiro, idealizador do Mobilize.

O site Mobilize foi criado em 2011, com o objetivo de ampliar o debate sobre a efetivação de métodos que tornem possível a mobilidade urbana de qualidade e sustentável. "A calçada é o primeiro contato que temos com uma cidade. Por este espaço você vai entender um pouco sobre como aquela região acolhe os visitantes e cidadãos", comenta Souza. Leia os destaques dessa entrevista:

Leia mais: Fábio Feldmann sente falta de uma agenda sustentável e representação política 

Ideologia de poder

O especialista analisa a recorrência de materiais nos meios de comunicação que atribuem ao automóvel individual um poder socioeconômico. Ele ressalta que essa ideia é fruto de décadas de catequização da indústria automobilística. Com isso, afirma,
diariamente as pessoas são bombardeadas por informações que instigam a aquisição desse bem. "Durante todo o século XX tivemos filmes, músicas, propagandas e revistas que venderam a ideia de que o carro era a melhor maneira de se locomover nas cidades e que resolveria todos os problemas de mobilidade".

Para o jornalista, essa influência também é feita por lideranças públicas que, a partir da impunidade e/ou flexibilização da legislação, passam uma mensagem incorreta para o cidadão. Em sua opinião, quando o presidente da república procura mudar o Código de Trânsito brasileiro propondo maior tolerância a essas infrações, ele dá sinal verde para os maus motoristas continuem praticando todos os tipos de barbaridades. "Esse comportamento gera um risco para a política nacional de mobilidade urbana brasileira, tida como uma das mais avançadas do mundo. Nela, é estabelecido que o pedestre é a prioridade, mas na prática, o dono do automóvel continua sendo o mais importante dessa hierarquia", esclarece.

Ouça mais: Podcast Momento Envolverde

Ensino como base 

Souza ressalta que é um processo profundo reverter a consciência de status atrelada aos carros, ainda mais por conta das péssimas condições encontradas nos transportes públicos. "Para uma pessoa que enfrenta todos os dias o trem lotado, ter um carro passa a ser algo muito importante. Certamente, se lhe for dada a oportunidade de ter um automóvel e de ficar parada no trânsito no ar condicionado, talvez ela prefira perder duas horas para chegar em casa do que passar esse aperto".

Além disso, ele observa que as gerações mais velhas são as mais resistentes diante de mudanças fundamentais para a sociedade. "Crianças e jovens são muito mais receptivos quando se trata de propostas sobre mobilidade e sustentabilidade por estarem mais atentos e engajados com as necessidades exigidas atualmente", explica. Para Marcos de Souza, é essencial dividir com os mais novos esses assuntos para que, desde pequenos, eles entendam porquê é muito mais lógico sair com uma bicicleta ou a pé. O jornalista conclui que adicionar essa pauta nas prioridades da população é um desafio cultural.

Assista: Reportagem - Mobilidade nas cidades urbanas

Diálogos Envolverde

Essa entrevista completa está disponível no YouTube e Facebook da Agência de Jornalismo Envolverde. Toda quinta-feira, às 11h, nesses canais, são realizadas as lives do programa Diálogos Envolverde com especialistas que discutem sobre sociedade, meio ambiente e sustentabilidade.

*Conteúdo multimidiático produzido por estudantes de Jornalismo Presencial da Universidade Metodista de São Paulo, sob a supervisão dos professores Alexandra Gonsalez, Eloiza de Oliveira Frederico, Filomena Salemme e Wesley Elago.

Ações do documento