Morte do neto do ex-presidente Lula alerta para perigo da Meningite Bacteriana



MAYARA CLEMENTE
BÁRBARA LIRA
Da Redação*

O neto do ex-presidente Lula, Arthur Araujo, de 7 anos, morreu nesta tarde diagnosticado com meningite meningocócica no hospital Bartira em Santo André.

Existem vários tipos de meningite, classificados de acordo com a causa: meningite viral causada por vírus, bacteriana causada por bactéria, fúngica causada por fungos, medicamentosa causada por medicamentos, carcinomatosa causada por câncer e inflamatória por doenças inflamatórias.

Todos os tipos de meningite apresentam sintomas semelhantes. A principal diferença entre elas está na rapidez e na intensidade com que o quadro evolui.

Esta doença provoca sintomas como febre, dor de cabeça, náusea, vômito ou sinais de inflamação das meninges, e quando não diagnosticada de forma precoce pode levar a morte ou deixar sequelas como surdez ou lesões cerebrais.

O infectologista Munir Ayub aconselha sobre como agir após detectar os principais sintomas da doença “ primeiro é o diagnóstico que é feito através da coleta do líquido cefalorraquidiano e se confirmado o diagnóstico de meningite bacteriano, o tratamento implica em antibiótico de 7 a 14 dias internado” explica.

A meningite é uma doença que não possui grupos de riscos determinados, porém pessoas que possuem a imunidade debilitada, como idosos e crianças de até 4 anos necessitam de maiores cuidados.

O governo disponibiliza em postos de saúde a vacina meningocócica C, contra um dos tipos de bactérias que causam a meningite. Essa vacina possui três doses que devem ser tomadas aos três, cinco e quinze meses.     

  *Esta reportagem foi produzida por estagiários da Redação Multimídia da Universidade Metodista de São Paulo

 

 

 

Publicado em 01/03/2019 17h41