Hemocentro de São Bernardo precisa de doadores de sangue

Os meses de novembro a março são os que menos aparecem doadores.

Publicado em 23/03/2011 10:20
Última atualização às 10:51

Hemocentro de São Bernardo precisa de doadores de sangue

Hemocentro Regional de São Bernardo do Campo - Foto: Mayara Zonzini

MAYARA ZONZINI
Especial para o RROnline*

O Hemocentro Regional de São Bernardo recebe, por dia, uma média de 30 doadores de sangue. O ideal para manter o estoque de bolsas num nível seguro, no entanto, seria receber 75 pessoas diariamente. Os meses de novembro a março são os que menos aparecem doadores.

Segundo Nelci Couto Vanderlei, captadora de dados do Hemocentro da cidade, as campanhas de doação são fundamentais para atrair doadores. “A população se mobiliza somente quando são feitas campanhas. Elas deveriam ser contínuas”.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas quanto à doação. “As pessoas têm medo dos materiais não serem descartáveis, acham que a agulha é grande, que é preciso ficar sem comer por muito tempo e acham que é demorado”, contou Nelci. Mas pelo contrário, todo o material utilizado para coleta é estéril e descartável, na ponta da agulha é colocado um gel para não doer ao furar a pele e é preciso estar alimentado para fazer a doação.

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 18 e 65 anos, pesar acima de 50 Kg, estar em boas condições de saúde, e portar um documento oficial de identidade com foto. O doador não pode ser usuário de drogas injetáveis e inalatórias, ter praticado sexo não seguro, ter vários parceiros sexuais ou ser parceiro sexual de portadores de Aids ou Hepatite.

As doações no Hemocentro podem ser feitas de seguda a sábado, das 8h às 13h.

 

*Esta reportagem foi produzida por alunos do curso de Jornalismo da universidade Metodista de São Paulo

 

Serviço:

Hemocentro de São Bernardo
Rua Pedro Jacobucci, 440 – Vila Euclides (atrás do Poupatempo)
Funcionamento: de segunda a sábado – 8h às 13h
Tel.: 4332-3900
http://www.colsan.org.br

Ações do documento
registrado em: