Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Comportamento / 2018 / Rudge Ramos oferece opções para alimentação de veganos

Rudge Ramos oferece opções para alimentação de veganos

por helena.silva2 última modificação 04/05/2018 17h55
Devido ao aumento na procura desse tipo de produto, estabelecimentos têm se preparado para este novo público

Publicado em 04/05/2018 17h31

Última atualização em 04/05/2018 17h55

Rudge Ramos oferece opções para alimentação de veganos
Restaurante próximo a Universidade Metodista de São Paulo oferece comida vegana aos seus clientes - Foto: Helena Tortorelli/RRO

HELENA TORTORELLI
Da Redação*

A origem do uso do termo vegano se deu no ano de 1944, na Inglaterra, por Donald Watson, para descrever pessoas que não comiam carne, leite e seus derivados. Hoje, o termo envolve muito mais que a alimentação, chegando a ser considerado uma Filosofia de vida que exclui por completo o consumo de todas as formas de exploração de vida animal, sendo elas comida, roupa ou divertimento como rodeios e zoológicos.

Segundo pesquisa realizada pelo Ibope, em 2012, era estimado que 8% da população brasileira se considerava adepta do vegetarianismo, o que significa 16 milhões de pessoas. Já com relação aos veganos, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) estima que o número chegue a cinco milhões de pessoas.

 “Há 18 anos que eu não como carne, porém há apenas quatro que eu sou vegana. Quando eu me tornei vegana as opções eram bem escassas mas agora tem ampliado bastante as opções para quem escolhe esse estilo de vida.  Acredito que tenha aumentado porque as pessoas têm se conscientizado cada vez mais” diz a corretora de imóveis Tábata Ribeiro Relich, 32.

LEIA MAIS: Slow food é opção para ter alimentação mais saudável; ouça do Direto da Redação

Segundo a SVB, trata-se de um mercado em expansão – a expectativa é que cresça 40% ao ano. Sandra Regina da Rocha, proprietária de um restaurante de comida vegetariana no Rudge Ramos, afirma o aumento da procura. “Há 36 anos, nós éramos o único restaurante da região que vendia comida vegetariana, e era novidade na época. Aos poucos que começamos a colocar opções veganas, até por ser algo mais falado recentemente. O público vegano tem ficado cada vez mais forte, pois sempre oferecemos, pelo menos, uma opção para quem escolhe ter esse tipo de alimentação”.

Muitos comércios começam a vender essa opção de alimentos justamente por pedidos dos clientes e para poder atender o público que possui alguma intolerância alimentar, como é o caso da comerciante Marilene Ferreira Dias, que possui um box de produtos naturais no Mercado Municipal. “Como as pessoas agora estão tendo uma preocupação maior com a alimentação, algumas começaram a pedir, então eu decidir ir atrás de fornecedores. Tem tido procura, porém, as pessoas que mais se interessam nessas opções são as pessoas que não podem consumir lactose”.

*Esta reportagem foi produzida por estagiários da Redação Multimídia da Universidade Metodista de São Paulo

Ações do documento