Bancos de Mauá, Rio Grande e Ribeirão Pires devem ser fechados parcialmente

Segundo sindicato, a intenção é paralisar todas as agências bancárias das cidades

Publicado em 05/10/2011 09:05
Última atualização às 10:43

Da Redação*

As agências de Mauá, Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires devem ser paralisadas, nesta quarta-feira (5), de acordo com o Sindicato dos Bancários do ABC. Segundo a assessoria de imprensa, pelo fato de os municípios serem menores, a expectativa é que todos os bancos fiquem fechados.

Em São Bernardo, a greve contabilizou 3.000 bancários e 130 agências do centro e dos bairros do Rudge Ramos e Paulicéia paralisadas, nesta terça-feira (4), segundo o Sindicato dos Bancários do ABC. Com exceção do Banco do Brasil, Caixa e Santander, as atividades voltam hoje a funcionar normalmente nos bancos da cidade.

A paralisação, que completa nove dias, acontece por rodízio nos municípios da região. Na terça- feira passada (27), ocorreu em Santo André. No dia seguinte, o centro de São Bernardo aderiu ao movimento. Na quinta-feira (29), São Caetano e Diadema tiveram suas agências paralisadas, enquanto na sexta-feira (30), os bancos dos centros de Ribeirão Pires, Mauá e Rio Grande da Serra foram fechados. Nesta segunda-feira (3), o centro e alguns bairros de Santo André tiveram novamente as agências fechadas parcialmente.

Para o término da greve, os trabalhadores da categoria reivindicam reajuste salarial de 12,8%, enquanto a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) oferece 8%.

Consumidor - Apesar das paralisações, o pagamento de contas na data do vencimento é de responsabilidade do cliente. Mas é dever do banco disponibilizar outras formas de quitação que não seja a agência, como serviços online, por telefone, caixas eletrônicos e casas lotéricas. (ELDER MONTEIRO)

Ações do documento
registrado em: