Você está aqui: RROnline Notícias Economia Pasta 1 Centro de Apoio ao trabalhador tem dificuldade de preencher vagas

Centro de Apoio ao trabalhador tem dificuldade de preencher vagas

por economia — última modificação 27/07/2010 22:26
As principais dificuldades são a falta de capacitação profissional, distância do trabalho e baixos salários

Publicado em 27/07/2010 22:26
Última atualização às 22:26

Contraste | A A+ A++

Depois de circular com uma caneta vermelha os anúncios para vagas de garçom do caderno de empregos do jornal, Felipe Nunes, 24 anos, começa mais um dia peregrinação em busca de uma chance de trabalho. Desempregado há mais de um ano, ele percorre restaurantes e buffets de Santo André distribuindo seu currículo. “Tem que bater perna, correr atrás. Ficar parado é que não dá”, conta.

Porém, o jornal não é a única fonte que o jovem consulta sobre oportunidades de trabalho. Pelo menos duas vezes por semana Nunes vai um dos postos de Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda (CPETR), mantido pela parceria da prefeitura de Santo André e o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). “Me cadastrei aqui no centro logo que perdi meu emprego. Já me encaminharam para diversas entrevistas”, lembra.

Segundo a prefeitura passam por semana pelo centro cerca de 3.400 trabalhadores. A grande maioria para saber sobre as novas vagas cadastradas. São disponibilizadas, em média,  533 oportunidades para as mais diversas carreiras. Ou seja, são anunciadas por mês mais de 2.000 postos de emprego. 

Os jovens, como Felipe, são os que mais procuram auxílio do centro. De acordo com dados da prefeitura, a faixa etária que mais procura os serviços do CPETR é a de 18 a 29 anos, que representa 57%  (265.394), dos candidatos à procura de emprego, seguida pela faixa etária de 30 a 39 anos, correspondente a 26% ou 119.231. Em relação à escolaridade, a maioria (60% ou 280.643) possuem o ensino médio completo.

Mas engana-se quem supõe que as vagas são preenchidas facilmente. “O principal fator é qualificação exigida. Um exemplo que pode ser dado são as vagas para eletricistas que não são preenchidas por falta de candidatos que tenham o curso de NR-10. Faltam também candidatos cadastrados com experiência nas funções de açougueiro, padeiro, operador de guincho, etc”, exemplifica a coordenadora de marketing da instituição Ana Paula Rocha.

A coordenadora aponta também outros fatores que prejudicam o reingresso ao mercado de trabalho. “A distância entre a empresa e residência do trabalhador dificulta o preenchimento das oportunidades. Atualmente possuímos vagas para ajudantes de carga e descarga, não é exigida experiência e a escolaridade necessária é o 1º grau incompleto. Porém, as vagas não são preenchidas por falta de candidatos que residam na cidade de Mauá. Há alguns casos que os candidatos recusam as vagas por considerarem o salário oferecido baixo”, diz.

 
Faxada do centro de apoio ao trabalhador de Santo André
  
Para tentar conseguir uma porcentagem maior no preenchimento das vagas o CPETR voltará este ano a dar orientação e capacitação profissional aos desempregados. “No momento a orientação ao trabalhador está em processo de reestruturação, pesquisa de temas e aplicação de melhores métodos. Ainda este ano será retomada, por enquanto não temos uma data definida”, comenta Ana Paula sem revelar mais detalhes.

Para se cadastrar, os candidatos devem comparecer a um dos postos do CPETR de Santo André de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Os documentos necessários para o cadastro são RG e Carteira de Trabalho. Os interessados que possuem alguma deficiência deve apresentar o laudo médico. O cadastro consiste em uma prévia entrevista, na qual o atendente registra no sistema os dados pessoais e profissionais do candidato.

Caso haja alguma vaga de acordo com o perfil profissional é emitida uma carta de encaminhamento para que o candidato compareça em local indicado (um dos postos do CPETR ou na própria empresa contratante) para a realização do processo seletivo (entrevista, testes, provas e dinâmicas).
 
Serviço:

Posto Artur de Queirós
Avenida Artur de Queirós, 720, bairro Casa Branca, Santo André.

Posto Gertrudes de Lima
Rua Gertrudes de Lima, 202, Centro, Santo André

(THOMAZ PEDROSO)

Ações do documento