Você está aqui: RROnline Notícias Educação 2013 03 Escola prepara deficientes auditivos para mercado de trabalho

Escola prepara deficientes auditivos para mercado de trabalho

Centro de qualificação oferece cursos profissionalizantes
Contraste | A A+ A++

Publicado em 07/03/2013 16:55
Última atualização em 12/03/2013 08:44

MELISSA LIMA*
Especial para o RROnline

O Centro de Qualificação Profissional (CQP) de São Bernardo oferece um programa de inclusão de deficientes auditivos desde 2012. Os alunos assistem as mesmas aulas que os estudantes ouvintes com o auxílio de professoras intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais) e participam de cursos profissionalizantes, como informática e corte e costura, além do supletivo para o Ensino Fundamental. Neste semestre estão matriculados no EJA (Educação de Jovens e Adultos) 16 alunos surdos.

As aulas em Libras são ministradas por uma equipe de seis professoras que se revezam entre as salas de aula. Todas as profissionais são pedagogas com especialização em educação especial para deficientes auditivos, como Selma Cardoso, que há 22 anos trabalha com este público. “É preciso atuar em conjunto com o professor oficial da classe, estudando o material de aula previamente”, afirmou.

O programa de inclusão de surdos no CQP tem como objetivo principal integrar o deficiente auditivo no mercado de trabalho, capacitando-o para isso, além de estimular o relacionamento interpessoal com os ouvintes.
Segundo a assistente da diretoria da Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo, Virgínia Marino, o município possui outras quatro escolas polos na inclusão de surdos: EMEB Neuza Macellaro Calado, EMEB Profª. Nadia Aparecida Issa Pina, EMEB Octávio Edgard de Oliveira e EMEB Padre Manuel da Nóbrega.

*Esta reportagem foi produzida por alunos do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo
Ações do documento
registrado em: