Cidade da Criança reabre com novos brinquedos neste sábado

Entrada continuará gratuita e crianças poderão ter passaporte para vários briquedos

Publicado em 26/11/2010 07:40
Última atualização em 14/12/2010 19:57

Cidade da Criança reabre com novos brinquedos neste sábado

Carrossel é uma das atrações do parque, fechado desde o dia 18 de outubro para licitação e obras - Foto: Maristela Caretta/RRJ

CAROLINE GARCIA
Do Rudge Ramos Jornal*


Inicialmente marcada para voltar a funcionar dia 6 de novembro, a Cidade da Criança será reaberta amanhã (27). O parque está fechado desde 18 de outubro, quando a prefeitura de São Bernardo abriu um edital de concorrência pública para administração do local.

Entre as exigências previstas para o novo administrador, estava a instalação de novos brinquedos, como trem fantasma, tobogã gigante, elevador e  mini montanha russa; a reforma de oito já existentes; e a reinstalação de dez, das 35 atrações que fizeram parte do histórico da Cidade da Criança (Twister, Xícara Maluca, Carrossel Comboio, Carrossel Ferrari, Carrossel Charrete, Carrossel Polícia-Moto, Roda Gigante, Bate-Bate adulto, Barco Viking e Minhocão).

Serão agora sete empresas que dirigirão o parque por tempo indeterminado. “A gestão ainda é pública. É a prefeitura quem dita as diretrizes gerais de funcionamento do parque, como horários, livre entrada, regras de funcionamento etc. Compartilhamos também com a segurança, limpeza, entre outros itens”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Jefferson José da Conceição.

De acordo com o secretário, um dos fatores para o atraso na entrega da Cidade da Criança foi um erro de estimativa de tempo por parte dos permissionários. “Houve também problemas elétricos e hidráulicos, que sempre surgem de maneira inesperada.”

No edital, está previsto que a entrada no parque continuará gratuita, porém, o preço dos brinquedos será de R$ 3 cada — antes da mudança, eram cobrados R$ 2 no Carrossel, Mina Eldorado e Teleférico. O Avião DC-3 (que funcionará somente no primeiro trimestre de 2011), o Submarino (que deverá ser entregue entre dezembro e janeiro) e o Simulador poderão custar até R$ 5. A novidade é que será oferecida também a opção de passaporte para a criança que quiser usar vários brinquedos durante o dia.

Uma academia de ginástica para a terceira idade e deficientes será entregue em dezembro. Já uma exposição permanente sobre a televisão brasileira ficará pronta para visitação no primeiro trimestre de 2011. 

A Cidade da Criança foi reaberta em janeiro deste ano após permanecer fechada para reformas desde 2005. Segundo o secretário, o investimento total no parque pelas empresas foi de cerca de R$ 5 milhões.

*Esta reportagem foi produzida por alunos do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo

Ações do documento