Mercado Municipal do Rudge Ramos completa 43 anos

Espaço ganhou mezanino com restaurante, lan house, lojas de costura, agência de viagens e Caixa

Publicado em 11/11/2011 07:38
Última atualização às 07:38

Mercado Municipal do Rudge Ramos completa 43 anos

Cerca de 600 pessoas visitam o mercado diariamente - Foto: Caroline Garcia/RRJ

CAROLINE GARCIA
Do Rudge Ramos Jornal
*

Inaugurado no dia 10 de novembro de 1968, o Mercado Municipal Hélio Masini, no Rudge Ramos, completa 43 anos. São 68 lojas que vão desde roupas e calçados até floricultura e pet shop. Diariamente, cerca de 600 pessoas passam pelo local.

O prefeito Luiz Marinho (PT) também compareceu ao local e inaugurou oficialmente o mezanino. O novo andar abriga praça de alimentação, com restaurante e lanchonete, loja de costura, agência de viagens, uma agência da Caixa Econômica Federal e uma lan house.

Na manhã desta quinta-feira (11), um grupo de teatro da Cajuv (Coordenadoria de Ações para a Juventude) de São Bernardo animou os visitantes do mercado.

Está programada ainda para esta semana a instalação de um elevador para o acesso de cadeirantes e portadores de deficiência ao mezanino. “Tivemos problema com o motor da plataforma, mas a empresa se comprometeu a reparar o quanto antes. O elevador vai auxiliar também os idosos e pessoas que fazem compras na parte de baixo e querem usufruir do espaço de convivência, trazendo seu carrinho”, disse o diretor do departamento de fomento à atividade econômica do mercado, Ademir Gasparetto.

A pintura interna e externa e a reforma dos banheiros também fazem parte das obras. “Há ainda um estudo de revitalização dos boxes centrais da parte de baixo do mercado. São muitas ideias que estão aos poucos virando projetos”, contou Gasparetto.

Tradicionalismo - Nas 68 lojas do mercado municipal, os visitantes podem comprar frutas, revistas, pastel, sapatos, roupas, doces. O diferencial do espaço, segundo o administrador Sebastião Gazito, é a proximidade com a clientela.

“É tradicional as pessoas virem tomar café, almoçar e acabar fazendo compras. Os clientes tornaram-se amigos, são tratados pelo nome, as famílias se conhecem e sabem onde moram”, disse Gazito.

Para Ademir Gasparetto, a localização também contribuiu para o número de visitantes que o mercado recebe, que chega até 1.000 pessoas aos sábados e feriados. “Não recebemos só gente de São Bernardo. Praticamente o ABC todo se desloca para comprar alguma coisa aqui de vez em quando. Fora que o próprio bairro do Rudge Ramos é um atrativo para visitação, temos praças e lugares interessantes para a família.”

De acordo com o presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal do Rudge Ramos, Amauri Vasta, a qualidade dos produtos influencia na hora compra. Ele também é proprietário de um pet shop no mercado. “Tento ter os melhores produtos dentro do possível porque os espaços que temos não são grandes. Mas a diferença que os clientes apontam é realmente a qualidade do produto.”Mercado Municipal

Referência - O planejamento da administração do mercado é fazer com que o espaço do Rudge Ramos fique parecido com o Mercado Municipal de São Paulo, inaugurado em 1933, e que já se tornou ponto turístico para quem visita a capital.

“Estamos agendando uma visitar ao Mercadão para tentar trazer algumas ideias para cá. Usar ele como referência mesmo. Sabemos das limitações que temos, mas é uma meta que queremos buscar”, falou o diretor do departamento de fomento à atividade econômica do mercado.

O Mercado Municipal do Rudge Ramos funciona na av. Caminho do Mar, 3.334, de segunda-feira a sábado, das 8h às 19h, e feriados, das 8h às 15h.

*Esta reportagem foi produzida por alunos do curso de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo

 

Ações do documento
registrado em: ,