Você está aqui: Página Inicial / Vídeos / Reportagens / 2017 / Economia compartilhada é opção em tempos de crise

Economia compartilhada é opção em tempos de crise

por luiza.lamas última modificação 19/05/2017 18h26

Publicado em 16/05/2017 18h30

Última atualização em 19/05/2017 18h26

Da Redação*

Na economia compartilhada, o importante não é acumular produtos, mas usufruir deles. Exemplos disso são o uso de roupas das mais variadas, compartilhar espaço num carro de luxo ou dormir numa cama que não é a sua.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Detran, a frota de carros chega aos oito milhões, enquanto a cidade de São Paulo tem 12 milhões de habitantes. Com isso, para diminuir os gastos e melhorar o trânsito, aplicativos de carona têm se tornado se tornado populares, com destaque para o Uber, por ser econômico, já que estudantes dividem os gastos para voltar para casa.

A estudante Vittoria Puig utiliza o aplicativo pelo menos duas vezes por semana, mais frequentemente de sábado e domingo. “Às vezes quando eu estou muito cansada ou carregando várias coisas da faculdade, eu costumo utilizar para voltar, da estação Saúde até a minha casa. Mais ou menos, dá 1 quilômetro, 1 quilômetro e meio”.

De acordo com o IBGE, 54% da população é economicamente ativa. Com a crise econômica, o desemprego subiu 11% em 2017. É a partir de dificuldades e da necessidade de novos meios de economia que soluções criativas, baseadas na economia compartilhada, começam a surgir.

Ações do documento

registrado em: