Educação Ambiental: Uma abordagem para minimizar os atropelamentos da fauna silvestre

Patrícia Barbosa Oliveira

Resumo


Os atropelamentos da fauna silvestre representam grande impacto para a biodiversidade. O presente estudo teve como objetivo inventariar as espécies da fauna silvestre mais frequentemente atropeladas e propor uma abordagem da Educação Ambiental para minimização deste problema. Para tal feito foram coletados dados na literatura científica sobre levantamento de mortes de animais silvestres devido a atropelamento em dez estados brasileiros. Neste levantamento foram registradas 145 espécies sendo 61 aves, 51 mamíferos, 27 répteis e seis anfíbios. Dentre estas espécies sete estão incluídas em alguma categoria de ameaça de extinção. Foi apresentada uma abordagem da Educação Ambiental como medida mitigatória para este problema, com base na metodologia Planejamento, Processo e Produto (PPP), que consiste em um modelo simples e eficaz para implantação e desenvolvimento da Educação Ambiental no Brasil. Esta abordagem sugere que através do conhecimento do problema e das espécies atropeladas em uma determinada região possam ser realizados programas de Educação Ambiental eficazes para conscientizar e informar a população sobre a importância da diminuição do problema para a conservação da fauna.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.