Intercâmbios virtuais: o uso das ferramentas virtuais para o ensino da língua inglesa e desenvolvimento da cidadania global nos educandos

Célia Lynn Goodwin

Resumo


O objetivo deste trabalho é relatar as experiências de Intercâmbios Virtuais e sua relevância para os alunos que deles participaram. Demonstramos que o desenvolvimento de intercâmbios virtuais se torna uma alternativa de ensino promissora, pois possibilita a aprendizagem de diferentes conteúdos através de novas experiências educacionais. Portanto, em nossas experiências com o ensino de Inglês no Izabela Hendrix temos buscado melhorar o aprendizado de nossos alunos fomentando parcerias com escolas estrangeiras por meio de intercâmbios virtuais, que facilitam o estabelecimento de diálogos entre os alunos brasileiros e alunos nativos falantes do inglês e, ainda, podem auxiliar o entendimento por parte dos alunos, a respeito da ideia que compreende que a língua está baseada também, em aspectos da cultura, ajudando na formação de cidadãos globais. Compartilhamos nossas experiências e seus resultados obtidos com o processo de construção dos Intercâmbios Virtuais os quais demonstraram que os alunos se mantiveram mais interessados nas aulas e na experiência de vivência dos momentos colaborativos com as escolas internacionais, se mostrando curiosos, atentos e com um maior desejo de aprendizagem, já que essa ferramenta possibilitou a comunicação com falantes nativos e, por conseguinte, fomentou o desejo de se comunicar melhor.


Palavras-chave


Intercêmbios virtuais, educação, aprendizagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15601/1166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.