As rupturas nos fluxos de comunicação política entre a opinião pública e as instâncias políticas

Sérgio Roberto Trein

Resumo


A comunicação política liga a ação dos políticos com a sociedade. É um caminho de duplo sentido: as instâncias políticas informam o seu trabalho, mas também a sociedade informa suas questões. Em função do clima de desconfiança e dos repetidos casos de corrupção no país, nas manifestações de 2013 a opinião pública provocou uma ruptura nos fluxos de comunicação política. A sociedade cansou de não ser atendida. Mesmo sendo alvo das manifestações, os governantes apoiaram os protestos, quando suas decisões políticas justamente é que motivaram estas mobilizações. Também os governos romperam os fluxos de comunicação política. Através da perspectiva funcionalista, que permite analisar as relações entre os meios de comunicação e a sociedade, o objetivo deste estudo é o de buscar uma reflexão crítica para as manifestações que vêm sendo realizadas no Brasil, em 2013.


Palavras-chave


comunicação política; desconfiança; manifestações; opinião pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-0934/aum.v17n17p197-208

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.