Correlatio

Revista da Sociedade Paul Tillich do Brasil e do Grupo de Pesquisa Paul Tillich da UMESP.

Os artigos publicados nesta revista possuem o DOI (Document Object Identifier).


Imagem para capa da revista

 

Recebemos os textos em fluxo contínuo. 

 

 

Chamada para o dossiê Ultimate Concern

Para o número 1 de 2022

O presente dossiê (2022.1) tem o objetivo de discutir o conceito de “preocupação última” no pensamento de Paul Tillich. Como é bem sabido, Tillich define a religião como “aquilo que nos preocupa ultimamente”. Essa determinação está presente em inúmeros escritos do período estadunidense da produção intelectual de Tillich. Além disso, a expressão se articula com os diversos conceitos desenvolvidos pelo autor nessa época, como o conceito de fé (como estar possuído por aquilo que nos toca incondicionalmente) e de idolatria (a elevação daquilo que é penúltimo ao status daquilo que é último). É importante também dizer que “Preocupação última” é uma tradução da fórmula empregada por Tillich desde o início da década de 1920 - a saber, religião "ist das, was uns unbedingt angeht".

Serão aceitas submissões que, tal como Tillich concebeu, relacionem a religião com política, cultura, arte e moralidade, tendo como critério de interpretação a fórmula tillichiana.

Organização: Victor Santos, Fábio Abreu, André Abijaudi.

Data-limite para a entrega dos artigos: 31 de julho de 2022.

 


v. 21, n. 1 (2022): Correlatio

Sumário

André Yuri Gomes Abijaudi, Fábio Henrique Abreu, Victor Siqueira Santos
PDF
1-6

Dossiê Ultimate Concern

André Yuri Gomes Abijaudi
PDF
7-33
Odenicio Junior Marques de Melo
PDF
35-53
Fernando Alexander Sanmiguel Martínez, Carlos Ángel Arboleda Mora
PDF
55-86
Carlos Eduardo Brandão Calvani
PDF
87-105
Antonio Passos de Souza
PDF
107-129
Etienne Alfred Higuet
PDF
131-157
Leonardo Gonçalves de Alvarenga, Nataniel dos Santos Gomes
PDF
159-178
Elton Sadao Tada, Verônica Regina Müller
PDF
179-191

Artigos

Michel Eriton Quintas
PDF
193-213
Natália Cristina de Sousa Silva
PDF
215-234

Notícias

Etienne Alfred Higuet
PDF
235-240