A proposta paulina para a comunidade cristã de Corinto – ressignificando a honra

Danielle Lucy Bósio Frederico

Resumo


Pregadores itinerantes chegam a comunidade cristã na cidade de Corinto, na ausência do apóstolo Paulo e procuram desonrá-lo. Sendo uma comunidade cristã primitiva no mediterrâneo do I século, o bem mais valioso era a honra. Esta deveria ser defendida acima de tudo. Para tanto, o apóstolo se utiliza do ato de gloriar, como um gênero literário de sua época, bem como de outros recursos da retórica na realização da sua defesa. Ao fazê-lo, o apóstolo ressignifica o ato de gloriar, as características de um verdadeiro apóstolo, assim como trata do sofrimento como algo inerente ao fiel seguidor de Cristo. Dessa maneira, o apóstolo, além de se defender, expõe uma nova proposta no entendimento e vivência nas relações sociais, que deveriam passar pelo ato da renúncia ao status, constituindo uma comunidade igualitária.


Palavras-chave


Honra; Paulo; Gloriar; Autoridade Apostólica; Sofrimento; Corinto

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v19n1p7-26

Direitos autorais

Qualis B1

2176-3828 [ISSN da edição eletrônica]

1518-7019 [ISSN da edição impressa]

10.15603 [DOI (Document Object Identifier)]

E-mail: periodico.caminhando@gmail.com

This periodical is indexed in the ATLA Religion Database® (ATLA RDB®), www: http://www.atla.comSumários.org; Portal de periódicos da CAPES; DOAJ Content Directory of Open Access Journals; Latinindex.

 

                   

 Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. href="https://redib.org/Record/oai_revista5650-caminhando">