A complementaridade de um diálogo entre Paulo Freire e Edgar Morin

Maximina Maria Freire, Karin Claudia Nin Brauer

Resumo


No ano em que se comemora o centenário de nascimento (1921-2021) de Paulo Freire e de Edgar Morin, expoentes universais do pensamento humano, influentes na vida e na educação dos séculos XX e XXI, nosso objetivo é, neste artigo, promover um diálogo epistemológico entre esses autores, discutindo, primeiramente, o significado dos conceitos freirianos de leitura e palavramundo, e a preocupação moriniana pelo conhecimento e sua organização, o pensamento complexo e a construção do conhecimento pertinente. Apresentados os autores e seus argumentos, articulamos os construtos que distinguem cada um, evidenciando em que dimensão a proposta libertadora de Freire se conecta ao pensamento complexo de Morin, enredando uma teia dinâmica na qual emancipação se embasa no saber pertinente que, em um ciclo recursivo, promove transformação e libertação.


Palavras-chave


Leitura; Palavramundo; Conhecimento Pertinente; Pensamento Complexo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1043/el.v24n2p63-82

ISSN IMPRESSO: 1415-9902

ISSN ELETRÔNICO: 2176-1043

      IRESIE

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.