A soberania do consumidor e a morte dos pobres

Jung Mo Sung

Resumo


Partindo da crítica feita por Papa Francisco à orientação antropológica capitalista que reduz o ser humano apenas à necessidade do consumo, o artigo analisa, em primeiro momento, um princípio fundamental da teoria econômica capitalista: o consumo é e deve ser o objetivo final da economia. Essa tese liberal leva à conclusão de que os votos dos consumidores são e devem ser a bússola orientadora do sistema econômico-social. No segundo momento, analisamos como o pensamento neoliberal dá um salto qualitativo, um salto transcendental, ao transformar o consumidor no soberano, aquele que tem a função de estabelecer a diferença entre homicídio e uma morte normal ou acidental. No terceiro, como a noção de soberania do consumidor se opõe à noção de direitos humanos, em particular os direitos sociais que possibilitam a vida dos pobres. Por fim, no quarto, analisamos como o salto transcendental na criação da soberania do consumidor é uma forma de erro antropológico-teológico que o Papa chama de “idolatria do dinheiro”, o erro de negar a primazia do ser humano.

Palavras-chave


soberania do consumidor; neoliberalismo; Papa Francisco; idolatria; Direitos Humanos

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Homo sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002.

AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007

ASSMANN, Hugo & HINKELAMMERT, Franz. A idolatria do mercado: ensaio sobre economia e teologia. Petrópolis: Vozes, 1989.

ASSMANN, Hugo & HINKELAMMERT, Franz. A idolatria do mercado: ensaio sobre economia e teologia. Petrópolis: Vozes, 1989.

BAUMAN, Zygmunt & BORDONI, Carlo. State of Crisis. Cambridge (UK)-Malden (USA): Polity, 2014.

BAUMAN, Zygmunt, O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1998.

FUKUYAMA. F. O fim da história e o último homem. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

GALBRAITH, John Kenneth, A cultura do contentamento, São Paulo: Pioneira, 1992.

GREENSPAN, Alan. O mapa e o território: risco, natureza humana e o futuro das previsões. São Paulo: Protfolio-Penguin, 2013.

HINKELAMMERT, Franz. Las armas ideológicas de la muerte. 2ª ed, rev e amp., San José (Costa Rica: DEI, 1982.

HUTT, Harold Hut. Economists and the Public: A Study of Competition and Opinion, New York: Routledge, 1990.

LERNER, Abba P. The Economics and Politics of Consumer Sovereignty. The American Economic Review, Vol. 62, No. 1/2 (Mar. 1, 1972), pp. 258-266

MISES, Ludwig von. The Anti-Capitalist Mentality. Auburn: Ludwig von Mises Institute, 2008.

OLSEN, Niklas. The Sovereign Consumer: A New Intellectual History of Neoliberalism. Cham (Switzerland): Palgrave Macmillan, 2019.

PAPA FRANCISCO. Encontro Mundial de Movimentos Populares, em 28 de outubro de 2014. Vaticano. PAPA FRANCISCO. Encontro Mundial de Movimentos Populares, em 28 de outubro de 2014. Vaticano. Disponível no Internet: http://www.vatican.va/content/francesco/pt/speeches/2016/november/documents/papa-francesco_20161105_movimenti-popolari.html. Acessado em mar/2020.

PAPA FRANCISCO. Evangelii Gaudium. Roma: Libreria Editrice Vaticana, 2013.

PERSKY, Joseph. Retrospectives Consumer Sovereignty. Journal of Economic Perspectives,—Volume 7, Number 1—Winter 1993—Pages 183–191.

SAMUELSON, Paul A. Introdução à análise econômica. 2 vol., 8a.ed., Rio de Janeiro: Agir, 1977, (Traduzido de Economics, 9a. ed. In English, 1973.)

SCHWARTZMAN, Simon. As causas da pobreza. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

SEM, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SEN, Amartya. Inequality reexamined. Cambridge: Harvard Univ.Press, 1995.

SEN, Amartya. The Idea of Justice. Cambridge, Massachusetts: The Belknap Press, 2009.

STIGLITZ, Joseph E. The Price of Inequality: how today’s divides society endangers our future. New York-London: W. W. Norton, 2013. (paperback edition with new Preface).

STREECK, Wolfgang. Buying Time: The Delayed Crisis of Democratic Capitalism. London-New York: Verso, 2014. (ebook edition).

SUNG, Jung Mo. A idolatria do dinheiro e os direitos humanos: uma crítica teológica do novo mito do capitalismo. São Paulo: Paulus, 2018.

The Independent. “Bill Gates: Why do we care more about baldness than malaria?”, March, 16, 2013. Available on the internet: http://www.independent.co.uk/news/world/americas/bill-gates-why-do-we-care-more-about-baldness-than-malaria-8536988.html; acessado em fev/2020




DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1078/er.v34n2p521-542

 

            

       

        AE GLOBAL INDEX  SUMÁRIOS.ORG

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.