Os pais da Igreja enquanto apologetas da teologia natural e da filosofia da religião na modernidade nascente

Günter Frank, Tradução: Eduardo Gross

Resumo


A filosofia da religião moderna se desenvolveu a partir de reflexões prévias que nem sempre são bem conhecidas. Até que ela assumisse um ponto de vista crítico, no sentido iluminista, a abordagem filosófica da tradição teológica foi arduamente discutida. Durante a Renascença, a filosofia antiga e tradições especulativas foram comparadas aos Pais da Igreja a partir do ponto de vista de uma philosophia perennis. Nesse processo, os limites da abordagem geral prepararam o caminho para a modernidade.


Palavras-chave


Filosofia da religião; philosophia perennis; renascimento; patrística; apologética

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1078/er.v34n2p11-40

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


 

            

       

        AE GLOBAL INDEX  SUMÁRIOS.ORG

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.