Imanência e transcendência em Franz Rosenzweig - contribuições da Filosofia da Religião para as Ciências da Saúde

Viviane Cristina Cândido

Resumo


Franz Rosenzweig evidencia como a filosofia retira Homem, Mundo e Deus da contingência, lançando-os ou para a super valorização de suas individualidades ou para a abstração. Em seu novo pensamento aponta que estas potências somente podem ser conhecidas em suas realidades efetivas, no tempo e nas relações, assim, os conceitos de imanência e transcendência não são estáticos. Neste artigo, apresentamos os principais pontos deste novo pensamento e como inclui a experiência religiosa, ensaiando uma compreensão da filosofia da religião. De um ponto de vista pragmático, como pode fundamentar uma filosofia das ciências da saúde e, consequentemente, a espiritualidade no cuidado e na assistência em saúde.


Palavras-chave


Filosofia; Franz Rosenzweig; Novo Pensamento; Ciências da Saúde; Espiritualidade e Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1078/er.v34n2p151-176

 

            

       

        AE GLOBAL INDEX  SUMÁRIOS.ORG

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.