Narrativas institucionais e juvenis a partir da JMJ: emergências de afeto e cultura midiática no catolicismo

Sílvia Regina Alves Fernandes

Resumo


Este trabalho objetiva analisar as interações discursivas entre o papa Francisco e o segmento juvenil no Brasil durante a Jornada Mundial da Juventude em 2013. Serão colocadas em pauta as manifestações juvenis provenientes de sites católicos e redes sociais; as narrativas na mídia e os discursos oficiais do Papa quando remetidos à Juventude. Argumenta-se que a linguagem pastoral tem forte impacto sobre os jovens, bem como a dimensão afetiva que o papa Francisco explora em seu discurso. Analisa-se ainda que, em tempos de declínio quantitativo do catolicismo na América Latina, o segmento juvenil assume um lugar central nas narrativas institucionais da Igreja Católica especialmente a partir desse evento voltado para os jovens.


Palavras-chave


Igreja Católica, Papa Francisco, juventude, mídia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v31n2p35-64

 

           

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.