Os primeiros passos do Protestantismo na Amazônia

Liliane Costa de Oliveira, Marilina Conceição Oliveira Bessa Serra Pinto

Resumo


Este artigo aborda o processo histórico de inserção do Protestantismo na Amazônica, período marcado pela Cabanagem (1835-1840), pelo crescimento da economia gomífera (1879-1912), momento em que as cidades Belém e Manaus se destacam no cenário internacional, o que ocasionou forte crescimento demográfico. Esta intensa movimentação populacional, somada à riqueza criada pela economia da borracha, fez dessas cidades alvos também do Protestantismo. Trata-se de uma discussão onde se descreverá os primeiros passos do Protestantismo na Amazônia, destacando a atuação missionária como um importante instrumento para a consolidação desse movimento religioso na região, além de apontar a Igreja Metodista como a primeira Igreja Protestante a se instalar na região Norte no século XIX.

Palavras-chave


Amazônia. Protestantismo. Metodismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v31n2p101-126

 

           

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.