Religião, direitos humanos e o neoliberalismo em uma era pós-humanista

Jung Mo Sung

Resumo


Em um mundo moderno e secularizado, as Igrejas e grupos religiosos que lutam na esfera pública pela justiça social justificam essas ações em nome da defesa dos Direitos Humanos. Esse foi o caminho trilhado para expressar em linguagem não religiosa o que eles entendem ser uma missão dada por Deus. A partir da distinção entre os direitos civis, direitos políticos e direitos sociais, que compõe o conjunto de direitos humanos, este artigo mostra: a) a relação entre a noção da missão religiosa e a luta pelos direitos humanos; b) como a ideologia neoliberal, em uma postura anti-humanista, critica a noção de direitos sociais e justiça social com a negação de qualquer direito humano acima das leis do mercado; c)  os desafios que essa postura neoliberal coloca para a justificação da ação social e política dos grupos e instituições religiosos no atual mundo globalizado com a crescente cultura pós/anti-humanista.


Palavras-chave


Religião e direitos humanos; justiça social; neoliberalismo; Igreja e sociedade; teologia e economia.

Texto completo:

PDF

Referências


ALFORD, C. Fred. Narrative, Nature, and the Natural Law: From Aquinas to International Human Rights. New York: Palgrave Mcmillan, 2010.

Arendt, Hannah. The Human Condition. Chicago: University of Chicago Press, 1958

ASSMANN, Hugo & HINKELAMMERT, Franz. A idolatria do mercado: ensaio sobre economia e teologia. Petrópolis: Vozes, 1989.

ASSMANN, Hugo & SUNG, Jung Mo. Competência e sensibilidade solidária: educar para esperança. Petrópolis: Vozes, 2000.

BAUMAN, Zygmunt. Consuming Life. Cambridge (UK)-Malden (USA): Polity, 2007.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1998.

BISHOP , Jeffrey P. Transhumanism, Metaphysics, and the Posthuman God. Journal of Medicine and Philosophy. Saint Louis University, 35: pp. 700–720, 2010.

CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS (CMI). Statement on the Human Rights of Stateless People. Adopted by the WCC 10th Assembly as part of the Report of the Public Issues Committee. Nov 08, 2013. Disponível na internet. https://www.oikoumene.org/en/resources/documents/assembly/2013-busan/adopted-documents-statements/human-rights-of-stateless-people Acessado em ago/2017.

Conselho Mundial de Igrejas (CMI). Together on the Way: official report of the eighth assembly. A Statement on Human Rights, Harare, Zimbabwe, 3 - 14 December 1998, Disponível na internet: http://www.wcc-coe.org/wcc/assembly/hr-e.html. Acessado em Agosto/2017.

DARDOT, Pierre & LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DUSSEL, Enrique. 1492 El encubrimiento del otro: Hacia el origen del mito de la modernidad. Madri: Nueva Utopia, 1992.

FLEISCHACKER, Samuel. Uma breve história da justiça distributiva. São Paulo: Martins Fontes.

FUKUYAMA, Francis. Nosso futuro pós-humano. Consequências da revolução da biotecnologia. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

FURTADO, Celso, O mito do desenvolvimento econômico, Rio de Janeiro, Paz e terra, 1974.

HAYEK, Friedrich. Law, Legislation and Liberty. A New Statement of the Liberal Principles of Justice and Political Economy. 3 vol em 1. London-New York: Routledge, 2013 [1973-1979].

HINKELAMMERT, Franz. Mercado versus direitos humanos. São Paulo: Paulos, 2014.

KONINGS, Martijn. The emotional logic of capitalism: what progressives have missed. Stanford: Stanford Univ. Press, 2015.

MEADOWS , Donella et al. The Limits to Growth, New York: Universe Books, 1972.

MISES, Ludwig von. Ação Humana. Um Trata do de Economia. 3.1ª ed., São Paulo: Instituto Ludwig von Mises Brasil, 2010 [1949]

MISES, Ludwig von. The Anti-Capitalist Mentality. Auburn: Ludwig von Mises Institute, 2008 [1956].

OLIVEIRA, Manfredo Araújo. Ética, direito e democracia. 2ª ed., São Paulo: Paulus, 2010

PAPA FRANCISCO, Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, 2013.

RICOEUR, Paul. Percurso do reconhecimento. São Paulo: Loyola, 2006.

SUNG, Jung Mo. “The Poor after Liberation Theology”. Concilium, 2015/3. London: SCM Press, pp. 65-74.

VATTER, Miguel. Politico-Theological Foundations of Universal Human Rights, The Case of Maritain. Social Research, New York, 2013, Vol.80 (1).




DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v31n3p233-253

 

           

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.