Representações de gênero na literatura evangélica

Sandra Duarte de Souza

Resumo


A literatura evangélica direcionada ao público feminino, não raras vezes se apresenta como um “manual de conduta” para as mulheres, visando “aconselhá-las” em seu cotidiano. Esse artigo apresenta e analisa as representações de gênero evocadas nesse tipo de literatura, com especial enfoque para cinco títulos que durante anos estiveram entre os mais vendidos no Brasil e que têm as mulheres como público alvo. Verifica-se que as representações de gênero dominantes nesse tipo de literatura, afirmam uma mulher paradigmática cuja identidade se constitui necessária e obrigatoriamente por meio do casamento e da maternidade.


Palavras-chave


Representações de gênero; mulheres; literatura evangélica

Texto completo:

PDF

Referências


BERGER, Peter L. O Dossel Sagrado : elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo : Paulinas, 1985.

BORDO, Susan. O corpo e a reprodução da feminidade : uma apropriação feminista de Foucault. In : JAGGAR, A. M. E BORDO, S. R. (eds). Gênero, corpo, conhecimento. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1997, pp. 19-41.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999.

BOUVAY, Claude. Religion et reproduction de l’asymétrie. Archives de Sciences Sociales des Religion. Paris, 1996, pp. 143-161.

CHARTIER, Roger. La Lecture: une pratique culturel. Débat entre Pierre Bourdieu et Roger Chartier. In: CHARTIER, Roger (org.). In: Pratiques de la lecture. Paris: Rivages, 1985, pp. 267-294.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados, v. 11, n. 5. São Paulo, 1991, pp. 173-191.

CUNHA, Rozane Rangel da. Megatendências para a Mulher Cristã. São Gonçalo: Adhonep, 1995.

DURKHEIM, Émile. As Formas Elementares de Vida Religiosa. São Paulo: Paulinas, 1989.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. Petrópolis: Vozes, 2007.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GEERTZ, Clifford. O Saber Local. Novos Ensaios em Antropologia Interpretativa. Petrópolis: Vozes, 1998.

INSTITUTO PRÓ-LIVRO e AMORIN, Galeno (coord.). Retratos da Leitura no Brasil. São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2008.

INSTITUTO PRÓ-LIVRO e FAILLA, Zoara (coord.). Retratos da Leitura no Brasil. São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2012.

INSTITUTO PRÓ-LIVRO (coord.). Retratos da Leitura no Brasil. São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2016.

JAKES, Thomas D. A dama, seu amado e seu Senhor. São Paulo: Mundo Cristão, 1999.

KEMP, Judith. A esposa que quero ser: o papel da esposa no casamento cristão. São Paulo: Mundo Cristão, 2006.

LAHAYE, Beverly. A Mulher controlada pelo Espírito. Belo Horizonte: Betânia, 1981.

LEMAN, Kevin. Transforme seu marido até sexta: mude o comportamento e a comunicação dele em 5 dias. São Paulo: Mundo Cristão, 2010.

OBSERVATÓRIO DO LIVRO E DA LEITURA e AMORIN, Galeno (coord.). Retratos da Leitura no Brasil. São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2001.

OMARTIAN, Stormie. O poder da esposa que ora. São Paulo: Mundo Cristão, 1998.

PERROT, Michelle. As mulheres ou os silêncios da história. Bauru: Edusc, 2005.

SAID, Edward. Orientalismo: o oriente como invenção do ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

SILVA, Eliane Moura da. Fundamentalismo evangélico e questões de gênero: em busca de perguntas. In: SOUZA, Sandra Duarte de. Gênero e Religião no Brasil: ensaios feministas. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2006, pp. 11-27.

SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS. Uma análise das condições de vida da população brasileira. Estudos e Pesquisas. Informação demográfica e socioeconômica, n. 36. Brasília: IBGE, 2016.

SOUZA, Beatriz Muniz e MARTINO, Luis Mauro Sá. A compreensão de um paradoxo. In: Sociologia da Religião e mudança social: católicos, protestantes e novos movimentos religiosos no Brasil. São Paulo: Paulus, 2004, pp. 5-10.

SOUZA, Sandra Duarte de. Os desafios da abordagem de gênero para os estudos de religião no Brasil. In: AUGUSTO, Adailton Maciel (org.). Ainda o sagrado selvagem. São Paulo: Fonte Editorial e Paulinas, 2010, pp. 321-340.

YOUSAFZAI, Malala e LAMB, Christina. Eu sou Malala. A história da garota que defendeu o direito à educação e foi baleada pelo Talibã. São Paulo: Cia. Das Letras, 2013.

WEBER, Max. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. São Paulo: Cia. Das Letras, 2004a.

WEBER, Max. Economia e Sociedade. Brasília: UNB, 2004b.




DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v31n3p317-331

 

           

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.