Os “Sem religião” na periferia urbana da América Latina

Dario Paulo Barrera Rivera

Resumo


Este artigo analisa a presença importante de pessoas sem religião nas periferias urbanas. Leva em consideração que se trata de um fenômeno presente em diversos países da América Latina. Revisa os dados recentes de três países, Brasil, México e Argentina. Aproveita, também, dados de pesquisa de campo na periferia urbana de São Paulo. Discute a concomitante presença de pessoas sem religião e pentecostais nas mesmas regiões e nas mesmas condições precárias de existência.

 

 


Palavras-chave


Sem religião, América Latina, Pentecostalismo, Periferia Urbana

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA Ronaldo e D’ANDREA Tiaraju “Pobreza e redes sociais numa favela paulistana” in Novos estudos Cebrap, n 68, São Paulo, 2004

ALVITO Marcos, As cores de Acari: uma favela carioca, Rio de Janeiro, FGV, 2001

ANDRADE Marisa, O Estigma da periferia, Porto Alegre, DACASA, 2010

BARRERA RIVERA Paulo “Matrizes protestantes do pentecostalismo” in PASSOS João (Org.) Movimentos do Espírito. Matrizes, afinidades e territórios pentecostais, 2005

BARRERA RIVERA Paulo Evangélicos e periferia urbana em Sã Paulo e Rio de Janeiro, Curitiba, 2012

BAUBÉROT, Jean et MILOT Micheline, Laïcités san rontiéres, Paris, Seuil, 2011.

BIRMAN Patrícia “Favela é comunidade?” In: Machado da Silva, Luís Antônio (org.) Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: FAPERJ/Nova Fronteira, 2008.

BLANCARTE Roberto (Coord), Las Leyes de reforma y el estado Laico: importancia histórica y validez contemporánea, México, El Colegio de México, 2013

BRUCE, Steve. “Fondamentalisme, conversion et sécularisation” in Sébastien Faht (Sous la direction de) Le protestantisme évangelique. Un christianisme de conversión, Belgium, Brepols, 2004.

Da COSTA, Nestor (org). Laicidad en América Latina y Europa. Repensando lo religioso entre lo público y lo privado en el siglo XXI. Montevideo: CLAEH, 2006.

FAJARDO Maxwell, Pentecostais, migração e redes religiosas na periferia de São Paulo: um estudo do bairro de Perus, Dissertação de Mestrado, Ciências da Religião, Universidade Metodista de São Paulo, 2012.

FOERSTER Norbert, A Congregação Cristã no Brasil numa área de alta vulnerabilidade social no ABC paulista: aspectos de sua tradição e transmissão religiosa – a instituição e os sujeitos, Tese de Doutorado, Ciências da religião, Universidade Metodista de São Paulo, 2009.

FURTADO Celso, A Economia Latino-americana, São Paulo, Companhia das Letras, 2007.

GAUCHET Marcel, La religion dans LA DÉMOCRATIE. Parcours de la laïcité, Paris, Gallimard, 1998

KOWARICK Lúcio, Viver em risco. Sobre a vulnerabilidade socioeconômica e civil, São Paulo, Editora 34, 2009

MEDEIROS Bianca e CHINELLI Filippina, Favela e redes solidárias: formas contemporâneas de mobilização e organização popular no Rio de Janeiro, Working Paper Series, Texas, 2003.

MESQUITA Wania, “Os pentecostais e a vida em favela no Rio de Janeiro. A batalha espiritual na ordem violenta na periferia de Campos dos Goytacazes” in Estudos de religião, vol 23, n. 37, 2009.

NORONHA Cláudio Trocas materiais e simbólicas em Rio Grande da Serra: redes sociorreligiosas na periferia urbana. Curitiba, CRV, 2016

SAMPSON Robert e GROVES W (1989) “Community structure and crime: testing social disorganization theory” in American Journal of Sociology, n.94, pp.774-802.

SILVA Luiz Antonio (ORG), Vida sob cerco. Violência e rotinas nas favelas de Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, FAPERJ, 2008

TEIXEIRA, Cesar Pinheiro, O pentecostalismo em contextos de violência: uma etnografia da relação entre pentecostais e traficantes em Magé in Ciencias Sociales y Religión, v. 10, p. 181-205, 2008

ZALUAR Alba e ALVITO Marcos (org) Um século de favela, Rio de Janeiro, FGV, 1998

ZALUAR Alba, Integração perversa: pobreza e tráfico de drogas, Rio de Janeiro, FGV, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v31n3p91-110


 

           

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.