Mulher Fiel numa Igreja infiel

Mary Hunt

Resumo


O artigo faz uma análise teo-ética feminista do contexto católico romano nos Estados Unidos desde o Vaticano II. Constata-se o engajamento e a resistência de “mulheres fiéis”, como teólogas e militantes feministas, que com sua práxis e produção teórica desafiam a infidelidade da instituição kyriarcal da estrutura Católica Romana. Na tentativa de uma reconstrução imaginativa, apresenta três estratégias futuras em vista da transformação das estruturas de dominação católica ou mesmo inspira a busca por construir comunidades alternativas e mais democráticas. Situa neste contexto a história,  militância e contribuições da teóloga Ivone Gebara.


Palavras-chave


Mulheres fiéis; Igreja Infiel; Kyriarcado; democracia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v20n20p157-174

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.