Do Off-line para o Online: a Netnografia como um Método de Pesquisa ou o que pode acontecer quando tentamos levar a Etnografia para a Internet?

Marcio Noveli

Resumo


O avanço das tecnologias da informação e comunicação tem permitido às pessoas se relacionarem por novos meios. O relacionamento mediado por esses novos meios, conhecido como Comunicação Mediada por Computador (CMC), tem permitido a construção de diversas comunidades, que só existem e são construídas na medida em que seus membros estão online. Esse fato tem levado diversos pesquisadores a lançar mão de técnicas e métodos de pesquisa tradicionais em um ambiente eletrônico, adaptando essas mesmas técnicas e métodos. Um desses métodos é a etnografia, que sob a denominação de netnografia, tem sido utilizada para estudar grupos online. Compreender melhor o que é, qual a origem, os métodos, as vantagens e desvantagens e as questões éticas relacionadas à netnografia foi o objetivo deste artigo. Nesse sentido, foi realizado um levantamento da literatura atual sobre o assunto, bem como uma breve comparação entre uma etnografia e uma netnografia, refletindo sobre essas práticas. Discuti-se que na medida em que há utilização de CMC pelos integrantes de grupos sociais, a netnografia pode sair de um modelo baseado apenas na análise de dados textuais extraídos do "campo" online e abarcar outros tipos de dados que podem permitir uma maior riqueza de detalhes em estudos que considerem os ambientes online.

Palavras-chave


Tecnologias de Informação e Comunicação; Métodos; Netnografia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v6n12p107-133

Comentários sobre o artigo