A contribuição do Gnothi Seauton para a educação

Barbara Marques Merlin

Resumo


O presente texto tem como objetivo adjuntar à máxima délfica gnothi seauton (conhece-te a ti mesmo) como auxílio para a educação contemporânea. Este preceito foi apresentado por Michel Foucault (2018) em um de seus cursos no Collège de France no ano de 1981-1982 intitulado como A hermenêutica do sujeito. Foucault utilizará como eixo de seu curso o diálogo socrático O primeiro Alcibíades (2016) para demonstrar a relação entre mestre e discípulo em uma ótica do cuidado de si.
A educação nos dias atuais tem passado por momentos de incertezas, das quais professores e alunos se distanciam cada vez mais, este distanciamento por incrível que pareça, interfere no desenvolvimento dos alunos em sala de aula, sobretudo no ensino médio em que os adolescentes estão em momento de reconhecimento e busca pela própria identidade, a proposta é trazer este preceito para a contemporaneidade afim de reaproximar professores de alunos.
O conhece-te a ti mesmo será, portanto, o fio condutor para encontrar o caminho dessa aproximação entre ambos, será por esta relação do cuidado de si que o reencontro consigo mesmo será possível dentro e fora da sala de aula. Para que isso seja possível, percorreremos tais caminhos; (i) entender o conceito de gnothi seauton e (ii) o cuidado de si como estratégia para a educação nos dias atuais.


Palavras-chave


Gnothi Seauton; Foucaul; cuidado de si; educação; identidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v8n1-2p79-85

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.