GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL E OS PROCESSOS INTERNOS DETERMINANTES PARA O ENVIO DA MATRIZ DE SALDOS CONTÁBEIS

Cristiano Sausen Soares, Victor Mallone Nunes de Andrade, Fabrício Ramos Neves

Resumo


Com o objetivo de analisar os processos internos de gestão pública municipal para o envio da Matriz de Saldos Contábeis (MSC) e seus determinantes, conforme a percepção dos atores envolvidos no processo, desenvolveu-se o presente estudo de caso no município de Santa Maria/RS, mediante observação, análise documental e entrevistas com servidores públicos e representante do desenvolvedor do sistema contábil utilizado. Os resultados apontam a necessidade de adequações nos sistemas de informações para atendimento das exigências dos órgãos de controle externo, evidenciando-se o envolvimento do controle interno. Dentre tais dimensões, identificam-se: comportamentais (enfrentamento da resistência à mudança e falta de envolvimento dos servidores); legais e estruturais (divergências de entendimento entre os órgãos de controle); e organizacionais (Sistema de informação contábil; Tamanho da equipe e rotinas de trabalho). O estudo conclui que o entendimento dessas dimensões contribuem para que os entes públicos possam elevar a transparência e desenvolver ações de governança eletrônica.

Palavras-chave


Gestão pública; governo eletrônico; governança eletrônica; transparência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2177-7284/regs.v12n2p3502-3524

Revista Eletrônica Gestão e Serviços

(ISSN online 2177-7284) é uma publicação da Universidade Metodista de São Paulo.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.