Vantagem competitiva: um estudo sobre recursos e capacidades estratégicos em empresas de cervejas artesanais

Julianne Ferraz Alonso Martins, Cleiciele Albuquerque Augusto

Resumo


O presente estudo teve como objetivo compreender, à luz da Visão Baseada em Recursos (VBR), como os recursos e capacidades estratégicos influenciam na vantagem competitiva em cervejarias artesanais na cidade de Maringá. Para tanto, foram coletados dados através de entrevistas semiestruturadas com sócios das empresas, sendo tratados e interpretados por meio do método de análise de conteúdo. Os resultados obtidos revelam que os recursos distintivos das empresas investigadas consistem, sobretudo, em recursos físicos e organizacionais. Observou-se que os recursos físicos contribuem para a eficiência da produção e, consequentemente, para a qualidade do produto. Por sua vez, os recursos organizacionais contribuem no desempenho das organizações no sentido de as empresas apresentarem estratégias mais robustas para atingir seu foco. Assim, conclui-se que os recursos e capacidades distintos influenciam o desempenho da organização e geram vantagens para suas respectivas empresas.


Palavras-chave


Visão Baseada em Recursos; Modelo VRIO; Vantagem Competitiva; Cervejarias Artesanais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v10n1p235-255

 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.