Responsabilidade Social – uma aborgagem estratégica

Águida Garreth Ferraz Rocha

Resumo


À medida que a sociedade se transforma as organizações se adaptam a tais transformações, em paralelo, promovem invenções e inovações que provocam desejos e necessidades que levam à mudança de hábitos, costumes e valores sociais. Este trabalho discute sobre a evolução da responsabilidade social e do marketing nas empresas no sentido de melhor entender o porquê das organizações se preocuparem com esse tema. O objetivo é identificar o prognóstico da quarta grande onda na sociedade e compreender, sob o aspecto mercadológico, a relação entre o comportamento socialmente responsável das organizações e seu desempenho econômico, a partir do estudo de dezoito empresas consideradas as melhores no setor que atuam, no ano de 2007. A metodologia de pesquisa apoiou-se na classificação dos projetos sociais praticados pelas empresas pesquisadas conforme diferentes abordagens da responsabilidade social. Os resultados obtidos conferem que as organizações atuam estrategicamente e criam um valor totalmente diferenciado: o valor e a responsabilidade pela vida e pela sobrevivência tanto de mercado como sócio-ambiental.


Palavras-chave


responsabilidade social; marketing social; conscientização social

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v1n2p46-63

 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.