RECOF - Regime Aduaneiro de Entreposto Industrial sob Controle Informatizado: Percepção dos usuários do regime sobre dificuldades e benefícios em sua implantação

Paulo Sérgio Lopes Ruiz, Ana Cristina de Faria

Resumo


O objetivo deste trabalho é identificar as percepções dos membros da AER – Associação das empresas usuárias do RECOF – Regime Aduaneiro de Entreposto Industrial sob Controle Informatizado, sobre as dificuldades para implantação e os benefícios a que estas estão suscetíveis. Esta é uma pesquisa exploratória, desenvolvida por meio de levantamento (survey). Quanto às dificuldades encontradas, destaca-se a mudança de cultura da empresa em que a ausência de cooperação e comprometimento das pessoas pode trazer insucessos ao projeto. Há resistência na implantação, além do alto custo do software específico para utilização do sistema, bem como necessidade de interação das pessoas dos departamentos em relação à implantação do RECOF. Além da mudança na cultura da empresa, adequações nos sistemas internos e dificuldades de comunicação, há um grande volume de informações que são exigidas pela Instrução Normativa que regulamenta o RECOF e que devem ser dissiminadas aos departamentos e a todos os envolvidos, incluindo a Receita Federal do Brasil.

Palavras-chave


Benefícios; Dificuldades; Percepção; RECOF.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v4n2p158-186

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.