Precificação imobiliária baseada em modelagem hedônica e externalidades: um estudo aplicado a terrenos urbanos

Carlos Roberto Souza Carmo

Resumo


Ao admitir que processo de apropriação do espaço urbano gera repercussões na valoração dos terrenos das cidades em geral, este trabalho teve por objetivo identificar os determinantes dos preços de compra e venda, por metro quadrado, dos terrenos comercializados na cidade de Uberlândia, Minas Gerais. Nesse processo de investigação, foram consideradas como possíveis variáveis explicativas nove tipos de externalidades próprias de cada um dos 50 bairros que compuseram a amostra dessa pesquisa, ao longo de todo o ano de 2011. A partir da aplicação da análise de regressão linear múltipla, pelo método stepwise, foi possível identificar que a idade média ponderada da população de cada bairro, a quantidade de furtos consumados, a quantidade total de habitantes dos bairros, e, a área média ocupada por domicílio foram consideradas externalidades direcionadoras do preços investigados nessa pesquisa. Adicionalmente, as evidências levantadas indicaram uma relação direta entre as externalidades relacionadas à idade média ponderada da população de cada bairro e à quantidade de furtos consumados, em relação ao preço por metro quadrado dos terrenos comercializados na cidade de Uberlândia-MG. As evidências dessa pesquisa também indicaram que as externalidades relacionadas à quantidade total de habitantes dos bairros e à área média ocupada por domicílio apresentaram um comportamento inverso em relação aos preços investigados.

Palavras-chave


Precificação. Modelagem hedônica. Externalidades. Terrenos urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v5n2p2-23

 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.