Ensino de Administração: análise das técnicas de exposição e seminário

Yumara Lúcia Vasconcelos

Resumo


Esse artigo teve como objetivou verificar se as citadas técnicas de ensino seminário e aula expositiva são empreendidas à luz do ideário construtivista, refletindo suas orientações. Especificamente, visou-se lançar uma discussão acerca das bases que alicerçam o referencial. O estudo, de natureza qualitativa e alcance exploratório, enquadra-se como pesquisa survey (levantamento), baseando-se na obtenção de dados referentes às expectativas, impressões e experiências efetivas dos aprendentes no empreendimento das técnicas de ensino investigadas. Elegeu-se como instrumento de coleta o questionário em escala psicométrica Likert, definindo-se como sujeitos da pesquisa alunos de graduação e pós-graduação dos cursos de Administração e Ciências Contábeis e egressos desses cursos nos últimos 3 anos. Como principal resultado, o estudo verificou-se apenas um pequeno hiato entre as expectativas dos discentes e sua experiência efetiva no empreendimento das técnicas de ensino. As expectativas acenam para uma abordagem construtivista, com práticas didático-pedagógicas abertas, dialógicas, reflexivas e críticas.


Palavras-chave


: aprendizagem, construtivismo, técnicas de ensino, aula expositiva, seminário

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v8n2p125-154

 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.