A influência do fenômeno de expropriação sobre o desempenho de mercado das empresas brasileiras negociadas na B3

Alberto Granzotto, Clailton Freitas, Igor Bernardi Sonza

Resumo


O presente trabalho visa compor um fator constituído por variáveis que caracterizam a expropriação de minoritários e utilizá-lo para identificar a influência da expropriação destes sobre o desempenho de mercado das empresas brasileiras de capital aberto negociadas na Brasil, Bolsa e Balcão (B3). Para isso foi construído um fator representativo da expropriação de acionistas minoritários por meio da Análise Fatorial estimado por meio de Componentes Principais. Posteriormente, foram aplicados modelos de painéis dinâmicos, estimados pelo Método dos Momentos Generalizados para verificar a referida influência. De uma maneira geral, identificou que as variáveis de propriedade e controle bem como o desvio acionário são as melhores proxies representar o fenômeno de expropriação. Por fim, identificou-se que o fator expropriação é negativamente relacionada com o desempenho de mercado, isto é, há uma relação inversa entre o fenômeno de expropriação de acionistas minoritários e o desempenho da empresa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v10n1p155-180

 

Revista da Faculdade de Administração e Economia

ISSN: 2176-9583
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.