AVALIAÇÃO E COMPARAÇÃO DO NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA ENTRE ESCOLARES DE 11 A 14 ANOS DE IDADE

Rosane Bezerra Oliveira, Vanessa de Souza Bulhões, José Robertto Zaffalon Júnior

Resumo


A prática de atividade física é fundamental para o desenvolvimento saudável da criança, pois o sedentarismo prejudica a saúde, desencadeando problemas na adolescência e vida adulta. Objetivo: analisar o nível de atividade física de crianças de 6º e 7º ano de escolas públicas e privadas de Altamira-PA. Métodos: Participaram do estudo 457 alunos de 11 a 14 anos de idade. A coleta de dados foi realizada através do questionário PAQ-A, que é uma versão do IPAQ e foram analisados por meio da estatística descritiva. Resultados: De acordo com os dados encontrados, 50,6% dos alunos foram considerados pouco ativos e 43,4% moderadamente ativos; na comparação por sexo, 37,9% dos meninos são pouco ativos, 50,8% moderadamente ativos e 10,3% muito ativo, as meninas 60,9% são pouco ativas e 37,4% moderadamente ativas; na comparação por instituição, 52% dos alunos das escolas pública são pouco ativos e 41,6% moderadamente ativos, nas escolas particulares 35,9% são pouco ativos e 60,5% moderadamente ativos; entre os alunos do 6º ano 46,5% são pouco ativos e 48,2% moderadamente ativos; no 7º ano 55% são pouco ativos, 38,2% moderadamente ativos.  Conclusão: Com base nos resultados, percebe-se um maior número de crianças sedentárias em ralação as ativas, e principalmente as meninas que se mostraram menos ativas que os meninos. Por tanto fica evidente a necessidade de incentivo a prática de atividade física para crianças e adolescentes com o intuito de aumentar o nível da prática regular de atividade física.


Palavras-chave


Atividade física; estilo de vida sedentário; criança.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15602/1983-9480/cm.v21n42p81-91

 

Editora Universitária Metodista IPA
Rua Cel. Joaquim Pedro Salgado, 80 - Prédio A - Sala A001
Cep.: 90420-060 - Porto Alegre - RS | (51) 3316.1249