A Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC): Bactérias multirresistentes.

Paula cardoso

Resumo


Bactérias são organismos unicelulares procariontes, encontradas em formas isoladas ou colônias.  A klebsilella pneumoniae carbapenemase (KPC) é uma enzima produzida por algumas bactérias gram-negativas que apresentam resistência aos antibióticos carbapenêmicos. O objetivo deste estudo foi coletar dados na literatura sobre infecção, controle de risco e prevenção que colabore com a diminuição da disseminação do grupo KPC. Para alcançar esses objetivos optou-se pela efetuação de uma revisão bibliográfica buscando artigos referentes ao tema abordado. A estratégia utilizada foi busca dos artigos que retratassem ao tema através de bases de dados na área da saúde. Em seguida foram feitos levantamentos dados com base quantitativa para construção dos resultados. Os resultados mostraram que os hospitais com maior índice de Infecção Hospitalar (IH) por KPC foram: Distrito Federal, São Paulo, Paraná, Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais. Sendo que os hospitais públicos possuem o maior índice de IH por KPC. Em 2008 a distribuição de gram-negativas em paciente de UTI foi em maior número: Enterobacter spp, Klebsiella spp e Escherichia coli. Os testes mais utilizados para detectar KPC em laboratórios de MG foram: Teste de Hodge modificado (MHT) associado à Reação em Cadeia da Polimerase (PCR), PCR, Teste de CHROMagar e Teste Hodge modificado. De acordo com Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI) em 2009 o MHT apresentou uma sensibilidade elevada para detectar o grupo KPC, mas em 2011 foi recomendada a utilização desde teste somente de forma facultativa por apresentar resultado falso-positivo. Conclusão: a infecção hospitalar causada por bactérias que produz KPC mantém a permanência do paciente gerando custos públicos, é responsável pelo alto índice de mortalidade. Medidas preventivas como o uso de EPIs, isolamentos dos casos positivos e teste adequado para diagnóstico mostrou ser relevante para diminuição dos casos.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.