Ensino superior e experiência religiosa: o perfil religioso de estudantes de graduação em educação física

Marcos Pinheiro, Elton César Santos

Resumo


Este estudo teve como objetivo descrever e discutir o perfil religioso de estudantes do curso de graduação em Educação Física. Foi aplicado um questionário, não identificado contendo sete perguntas sobre as experiências religiosas dos participantes, a todas as turmas do curso, com 175 participantes voluntários. Os resultados mostram que 70,9% dos estudantes se declararam cristãos - 49,2% de católicos e 41,9% são evangélicos/protestantes -, 25,7% sem religião, 2,9% espíritas e 0,6% muçulmanos. Dos estudantes sem religião, 88,9% afirmaram possuir espiritualidade e interesse no sagrado/sobrenatural e destes, 79,5% dão “muita” importância a Deus na sua vida. Evangélicos e protestantes participam mais de práticas religiosas semanais (76,9%). É marcante a influência da família na posição religiosa, seguida da influência da igreja e dos amigos. Tanto os religiosos (77,5%), quanto os sem religião (57,8%), atribuem pouca ou nenhuma influência da faculdade em sua posição religiosa. Somente com a ampliação do olhar sobre o ser humano e suas dimensões, que vão muito além do físico, se conseguirá superar visões estreitas de corpo, de sujeito, de educação e de sociedade.

Palavras-chave


Ensino Superior, Educação Física, Religiosidade

Texto completo:

PDF-A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.