Fundamentalismo, Bíblia e Relações de Gênero

Alexandre de Jesus dos Prazeres

Resumo


Neste artigo, foi realizada uma dupla interpretação do fundamentalismo: sociológica e teológica. Primeiro, foi empreendida uma interpretação sociológica na qual o fundamentalismo foi analisado enquanto uma reação ao pluralismo moderno e sua consequente relativização das tradições pré-modernas. Estas tradições deixam de ser aceitas conforme dadas e passam a ser percebidas como uma possibilidade em meio a outras. Segundo, foi realizada uma interpretação teológica do fundamentalismo. Para este fim, recorreu-se a contribuições oriundas da reflexão teológica de Paul Tillich. E terceiro, buscou aplicar os resultados desta dupla interpretação à hermenêutica bíblica, especificamente ao tema das relações de gênero na Bíblia.


Palavras-chave


Fundamentalismo. Modernidade. Paul Tillich. Hermenêutica. Relações de Gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/1677-2644/correlatio.v20n1p63-85

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.