Religião como linguagem: Uma filosofia da religião para a Ciência da Religião

André Luiz Alves da Silva

Resumo


O presente artigo busca apresentar uma proposta de filosofia da religião que procure se apresentar não como filosofia religiosa, mas como uma filosofia que sendo tanto crítica quanto fundamento para o estudo do fenômeno religioso, se constitua como metateoria da Ciência da Religião. Para isso propõe-se a perspectiva da religião como linguagem. O itinerário problematiza as filosofias religiosas comprometidas com teologias específicas, passa pelo giro linguístico como um ganho conceitual da filosofia na discussão da linguagem que perpassa todo fenômeno cultural, inclusive a religião e a Ciência da Religião e finaliza propondo uma análise dos fenômenos religiosos a partir de seus jogos de linguagem, tendo como marco teórico principal a inflexão do giro linguístico pragmático de Ludwig Wittgeinstein.


Palavras-chave


filosofia; religião; linguagem; jogos de linguagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/1677-2644/correlatio.v20n1p105-120

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.