“Não deixe o rock sair de você”: a configuração de identidade da Rádio Kiss FM no rádio expandido

Rafael Medeiros, Nair Prata, Debora Cristina Lopez

Resumo


A construção e manutenção da identidade de uma emissora no rádio expandido não se restringe às características de programação, já que suas configurações transbordam do dial para outras plataformas, como as redes sociais digitais. Para verificar a configuração da identidade da Rádio Kiss FM enquanto emissora dedicada ao rock, o trabalho analisa o uso que ela faz das características culturais e associativas do gênero musical na programação em fluxo, no site a nas redes sociais on-line, recorrendo a referências estéticas e diretas próprias da cultura rock.


Palavras-chave


rádio expandido; gêneros musicais; rock, Rádio Kiss FM; identidade

Texto completo:

PDF

Referências


BRUCK, Mozahir Salomão; JESUS, Eduardo. Prof. Dr. José Luiz Braga:

Dispositivos interacionais: lugar para dialogar e tensionar conhecimentos. Dispositiva, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 27-36, dez. 2011.

Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/dispositiva/

article/view/2817. Acesso em: 27 out. 2018.

CORRÊA, Tupã Gomes. Rock nos passos da moda: mídia, consumo x

mercado cultural. Campinas, SP. Paripus, 1989.

CUNHA, Rodrigo; PALACIOS, Marcos; BARBOSA, Suzana; FIRMINO,

Fernando. Jornalismo móvel e inovações induzidas por affordances em narrativas para aplicativos em tablets e smartphones. In:

CANAVILHAS, João; SATUF, Ivan (Orgs.). Jornalismo para Dispositivos

Móveis: produção, distribuição e consumo. s/l: Livros Labcom Books,

p. 7-42.

DELEUZE, Gilles. ¿Qué és un dispositivo? In: Michel Foucault, filósofo.

Barcelona: Gedisa, 1990, p. 155-161.

FERRARETTO, Luiz Artur. Rádio: teoria e prática. São Paulo: Summus,

FERRARETTO, Luiz Artur. Inquietudes e tensionamentos: pistas para a

compreensão do futuro do rádio comercial em sua fase de convergência. Intexto, Porto Alegre: UFRGS, n. 34, p. 214-235, set./dez. 2015.

FERREIRA, Jairo. Midiatização: dispositivos, processos sociais e de comunicação. E-Compós, Compós, vol. 10, s. p. Disponível em: http://

compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/view/196/197.

Acesso em: 18 set. 2019.

JANOTTI JR., Jeder. Aumenta que isso aí é Rock and Roll: mídia, gênero musical e identidade. Rio de Janeiro: Editora E-Papers, 2003.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

JENKINS, Henry; GREEN, Joshua; FORD, Sam. Cultura da conexão:

criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Por uma economia política do rádio musical – Articulações entre as indústrias da música e da radiodifusão

sonora. Matrizes, São Paulo, v. 1, p. 247- 258, jul./dez. 2011. Disponível

em: http://www.redalyc.org/html/1430/143022280014/. Acesso em:

set. 2019.

KISCHINHEVSKY, Marcelo. Rádio e mídias sociais: mediações e interações radiofônicas em plataformas digitais. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.

KISS FM. Classic Rock by Kiss FM. São Paulo: Universo dos Livros, 2014.

LOPEZ, Debora Cristina. Radiojornalismo hipermidiático: tendências e

perspectivas do jornalismo de rádio all news brasileiro em um contexto de convergência tecnológica. Covilhã (Portugal): UBI, LabCom, Livros LabCom, 2010. Disponível em: http://www.labcom-ifp.ubi.pt/ficheiros/20110415-debora_lopez_radiojornalismo.pdf . Acesso em 23 jun. 2019.

MAFFESOLI, Michel. O Tempo das Tribos: O Declínio do Individualismo

nas Sociedades de Massa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

MORO, Gláucio Henrique Matsushita. Emoticons, emojis e ícones

como modelo de comunicação e linguagem: relações culturais e

tecnológicas. Revista de Estudos da Comunicação, Curitiba, v. 17, n.

, p. 53-70, set./dez. 2016.

PRATA, Nair. Webrádio: Novos gêneros, novas formas de interação.

395 f. Tese (Doutorado). Programa de PósGraduação em Estudos Lingüísticos da Faculdade de Letras, Universidade Federal de

Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

PRATA, Nair. A fidelização do ouvinte e as estratégias de audiência

no rádio. In: VIII Sopcom, 2013, Lisboa. VIII Sopcom, 2013.

PALACIOS, Marcos. Ruptura, continuidade e potencialização no jornalismo on-line: o lugar da memória. In: Machado, Elias; Palacios, Marcos (Eds.). Modelos de jornalismo digital. Salvador: Calandra, 2003.

QUADROS, Mirian; LOPEZ, Debora Cristina. Rádio e redes sociais:

novas ferramentas para velhos usos? Intexto, Porto Alegre, UFRGS, n.

, p. 166-183, jul. 2014.

RECUERO, Raquel. Contribuições da análise de redes sociais para o

estudo das redes sociais na internet: o caso da hashtag #Tamojuntodilma e #CalaabocaDilma. Revista Fronteiras – estudos midiáticos,

São Leopoldo, p. 60-77, maio/ago. 2014.

SOUZA, Neigmar de. Guitarra Elétrica: Um Ícone na Cultura Pop do

Século XX. Revista Vernáculo 2002 (5) p: 33-45. UFPR: 2002.

STARCK, Daniel. 2017. Exclusivo: Transcontinental acirra disputa pela

vice-liderança em São Paulo. Kiss FM avança no “top 10”. São Paulo:

tudoradio.com. s.p., 2018.

STARCK, Daniel. Panorama: Nativa FM amplia disputa por posições

no “top 3”. Mix FM apresenta forte avanço na audiência em São

Paulo. São Paulo: tudoradio.com. s.p., 2018.

VAN DIJCK, Jose; POELL, Thomas; DE WAAL, Martijn. The Platform Society: public values in a connective world. New York: Oxford University Press, 2018.

WHITE, Dave. Classic Rock 101: One Genre, Many Definitions. In:

LiveAbout. Disponível em: https://www.liveabout.com/classic-rock-101-747979. Acesso em: 10 jul. 2020.




DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v42n1p135-162

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.