João 21: indícios para a reconstituição de movimentos do Cristianismo Primitivo

Paulo Roberto Garcia

Resumo


O Capítulo 21 do Evangelho de João, reconhecido como um apêndice do Evangelho, é geralmente entendido como a explicação da morte do discípulo amado. Essa morte trouxe um trauma para a comunidade que esperava a volta de Jesus antes da morte dele. Esse capítulo, contudo, mais do que explicar a morte de João, o discípulo amado, nos apresenta indícios que nos permitem reconstituir processos importantes na formação do cristianismo primitivo, inclusive a aproximação das comunidades que se reuniam debaixo da autoridade de João (que chamamos de comunidades de memória joanina) das comunidades que se reuniam debaixo da autoridade de Pedro (comunidades de memória petrina. O capítulo 21 apresenta uma aproximação da tradição joanina das tradições sinóticas, sua releitura e a constituição de bases para que os cristãos e as cristãs joaninos passassem a aceitar a liderança petrina e integrarem o cristianismo de memória petrina. 


Palavras-chave


Cristianismo Originário; Evangelho de João;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v26ne021015

Direitos autorais 2021 Caminhando

Qualis B1

2176-3828 [ISSN da edição eletrônica]

1518-7019 [ISSN da edição impressa]

10.15603 [DOI (Document Object Identifier)]

E-mail: periodico.caminhando@gmail.com

This periodical is indexed in the ATLA Religion Database® (ATLA RDB®), www: http://www.atla.comSumários.org; Portal de periódicos da CAPES; DOAJ Content Directory of Open Access Journals; Latinindex.

 

                   

 Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. href="https://redib.org/Record/oai_revista5650-caminhando">